Temporada 1 Episódio 4

  • 1.4

    Tolerância Zero

    • Comenários 0
  • Um grupo de milicianos expulsou o chefe do tráfico e ocupou uma favela. Alguns tiros para o alto celebraram a vitória e atingiu um dos membros do grupo, que morreu. No dia seguinte, a imprensa noticia o número de mortos envolvidos com a guerra do tráfico e o policial morto é enterrado com honra como se estivesse em serviço. Ele, porém, estava de folga. O caso intriga a equipe do Coronel Caetano e o Tenente Wilson desconfia que o oficial estava com a milícia que ocupou o morro. Todas as suposições devem ser investigadas e a equipe do Serviço Reservado vai entrar em ação.

    Para se infiltrarem na favela, a Sargento Selma e o tenente alugam uma casa no morro e fingem ser irmãos. E, para justificar alguns dias longe de casa, Wilson conta para Jaqueline que terá que fazer um treinamento fora. As investigações feitas pela corregedoria progridem diariamente até que Wilson resolve ir em casa encontrar com a namorada, que estranha seu comportamento. Os dois ficam juntos por algum tempo, até que Wilson avisa que precisa voltar para o treinamento.

    Desconfiada que ele esteja com outra mulher, a atendente de enfermagem segue o táxi até o início da favela e os milicianos a impedem de subir. Jaqueline, porém, está decidida a desmascarar o suposto romance de Wilson e avisa que seu namorado é policial, acreditando que tal título garantiria sua entrada. Os milicianos levam Jaqueline até a porta da casa do, até então, taxista, e ele nega conhecê-la mas se arrepende minutos depois, ao perceber que ela corre risco de vida. Sem saída, Selma e Wilson se entregam e os três são mantidos como reféns. Só há uma maneira de eles saírem de lá, e a equipe de Força-Tarefa vai ter que descobrir qual é.

Deixe seu comentário