Minha Série no Instagram Minha Série no Google Plus Buscar no Minha Série
Temporada 3 Episódio 12
  • 3.12

    As Outras Vidas de Rui

    • Comenários 0
  • Bernardo, depois de convidar Maristela, chama o casal de noivos para ir a um apartamento em Botafogo tomar um chá de trolheiro - uma espécie de Santo Daime - em um ritual organizado por uns amigos artistas ligados a uma ONG sueca. Um xamã da Amazônia estará vindo especialmente para o ritual. Vani, eufórica, não hesita em topar o convite, mas Rui só se convence mesmo depois que Bernardo lhe conta que três suecas estarão no apartamento. Basta pagar apenas 20 reais, para custear a passagem do Xamã.

    Convite aceito, programa inusitado para sábado à noite, os quatro amigos marcam de se encontrar. Enquanto pensam no ritual, imaginam o que podem ter sido em encarnações passadas. Vani garante que foi amante de César, o Imperador Romano, como lhe contou uma cartomante. Rui diz que foi um cara normal, com uma vida normal. Bernardo, por sua vez, avisa que, se não descobrir que foi, no mínimo, um escravo sexual de Cleópatra, vai pedir seus 20 reais de volta. E Maristela queria descobrir que já foi homem, para saber como é ter genitais masculinos.

    Vani e Maristela resolvem caprichar no modelito estilo étnico. Vani descola no armário um vestido indiano transparente, que deixa o sutiã e a calcinha à mostra. Maristela arranja uns brincos de pena. No caminho para o ritual, os quatro se põem a falar sobre o gosto do chá e seus efeitos alucinógenos. Como vomitar, que Bernardo garante fazer parte da experiência religiosa, como se a pessoa estivesse colocando os demônios para fora. Rui logo se desespera, com medo que as pessoas vomitem em cima dele: "Eu não quero os demônios dos outros grudando na minha roupa", avisa. E Vani confessa que seu medo é alucinar com monstro de filme japonês. Quando os quatro chegam ao apartamento, porém, e são recebidos pela anfitriã, Clara (Regiana Antonini), ficam sabendo que o xamã ainda não apareceu com o chá.

    Na reunião de ripongos, enquanto Vani e Maristela tentam salvar uns casacos de pele confiscados que estão destinados à fogueira, Rui e Bernardo paqueram duas neo-hippies, tentando convencê-las de que é preciso dar amor para receber amor. Com esse papo, os dois tentam armar um encontro com as garotas no banheiro de empregada do apartamento e vão até lá inspecionar o local. Para fugir de Vani e Maristela, Bernardo combina com Rui de deixá-lo trancado lá dentro enquanto ele sai em busca de um incenso para melhorar o cheiro do banheiro. Só que Rui acaba descobrindo que está preso no banheiro com uma onça pintada. E, quando consegue se libertar, entra na sala tão esbaforido e sedento que acaba bebendo de uma só vez todo o chá de trolheiro que restou, já que o chá que o xamã trazia foi apreendido no aeroporto. E aqui começam a ser mostradas "as outras vidas de Rui".

    Em uma das vidas, Rui aparece como um agiota avarento num típico vilarejo do século XVIII, enquanto Vani é uma camponesa em dívida com ele. Em outra encarnação, Rui é César, Vani é sua amante predileta, Bernardo é o escravo egípcio de Cleópatra e Maristela, um eunuco. Afinal, ela não queria ter nascido homem?

Deixe seu comentário