Mês de dezembro é tempo de relembrar os melhores momentos do ano, e no Minha Série não vai ser diferente. Mas, ao contrário do que fizemos em 2011, a nossa lista das séries do ano será dividida em três partes, cada uma escrita por uma das redatoras do site: Joana, Beatriz e Bárbara.

A primeira lista dos Melhores do Ano já está disponível. Confira a segunda parte, escolhidos pela Beatriz Smaal, e não deixe de comentar e lembrar mais séries que fizeram a diferença nesses últimos meses!

Breaking Bad

Não é à toa que Breaking Bad é extremamente popular não apenas com o público, mas também com a crítica. Basta assistir à primeira temporada para ficar viciado como se estivesse usando metanfetamina, dada a qualidade técnica, de roteiro e de atuações que a produção proporciona.

Fonte da imagem: Divulgação/AMC

Fora isso, a série segue se superando temporada a temporada, culminando em um final surpreendente e, ao mesmo tempo, esperado pelos fãs. Afinal, qual será o destino de Walter White? Saberemos nos próximos oito episódios, que vão ao ar em 2013 e completam a jornada.

How I Met Your Mother

Apesar de ainda não ter mostrado exatamente a que veio neste oitavo ano, How I Met Your Mother entra na lista não apenas por seu estilo narrativo peculiar e divertidíssimo como também pela grande revelação ao final do sétimo ano.

Fonte da imagem: Divulgação/CBS

Certamente, a série vai continuar no meu coração e na minha lista de preferidas. Fora isso, aguardo ansiosamente pela renovação ou cancelamento da produção, já que quero me despedir dignamente.

Vampire Diaries

Tanto faz o time (seja Delena ou Stelena), o bom mesmo é acompanhar as reviravoltas e mistérios bem amarrados que fazem de Vampire Diaries uma série muito bem realizada, em que os acontecimentos são sempre surpreendentes.

Fonte da imagem: Divulgação/CW

Além disso, nada melhor do que uma produção que não tem medo de ousar, a ponto de matar e transformar em vampira a própria protagonista, não é mesmo?

Dexter

Nosso serial killer favorito deu uma boa “escorregada” na temporada passada, que não foi nada além de mediana. No entanto, o sétimo ano da produção recuperou o ritmo frenético e a qualidade tanto do elenco de apoio quanto do próprio protagonista.

Fonte da imagem: Divulgação/Showtime

O destaque, é claro, fica por conta de Debra, que descobriu o passageiro sombrio do irmão, se apaixonou por ele e teve que lidar com uma enxurrada de acontecimentos surpreendentes. Ponto para a nova tenente!

Hart of Dixie

Confesso que a escolha por incluir Hart of Dixie nessa lista é extremamente pessoal. A série não conta com uma produção impecável ou um membro do elenco que se destaque especialmente, no entanto o charme de Bluebell e de todos os personagens em conjunto me cativa.

Fonte da imagem: Divulgação/CW

Além disso, nada melhor do que colocar a série agora em uma lista de melhores, já que corre risco de ser cancelada em 2013. Torcerei para que isso não aconteça.

Modern Family

Modern Family está se tornando cada vez mais repetitiva, no entanto continua trazendo ótimas risadas para o público. O arco que mostra Gloria grávida certamente é o melhor do ano na série, já que a personagem está fora do seu normal!

Fonte da imagem: Divulgação/ABC

Não é à toa que a atração é uma das grandes vencedoras de prêmios como o Emmy e o Globo de Ouro 2013. E não é por acaso que, mesmo se tornando mais previsível, ela está novamente nas listas de melhores do ano de veículos especializados.

Scandal

Uma das novatas do ano é Scandal, uma série que traz o selo de qualidade Shonda Rhimes (criadora de Grey's Anatomy). Reviravoltas é o que não faltam, com direito a tentativa de assassinato e cenas quentes dentro da própria Casa Branca.

Fonte da imagem: Divulgação/ABC

Fica a dica para quem vai ficar órfão de Private Practice e precisa encontrar um novo vício para acompanhar. Aos poucos, a série está ganhando fãs, e me incluo nessa lista.

Sherlock

Não consigo descrever Sherlock com uma palavra que signifique menos do que genial. Cada episódio preza pela qualidade da fotografia, roteiro e direção, sem contar a atuação arrebatadora de Benedict Cumberbatch e de Martin Freeman (o Bilbo Baggins de O Hobbit).

Fonte da imagem: Divulgação/BBC

Entre as séries britânicas, esta é uma que certamente vale a pena conferir. São apenas seis episódios, cada um com a densidade de um ótimo filme.

Community

Six Seasons and a Movie! Infelizmente, Community segue sendo esnobada pela NBC, amargando um lugar na geladeira e na programação da sexta-feira, o horário “morto” da televisão norte-americana.

Fonte da imagem: Divulgação/NBC

Recheada de referências da cultura pop e com personagens cativantes (Abed!), a produção merecia mais, muito mais. Pelo menos, que ela fique aqui, na nossa lista de melhores de 2012.

The Big Bang Theory

The Big Bang Theory segue firme e forte no meu hall de melhores. Seis temporadas depois, a série é capaz de fazer rir sem muito esforço, mesmo que tenha mudado seu estilo para se adaptar a uma audiência mais generalista.

Fonte da imagem: Divulgação/NBC

Sheldon continua bizarro como sempre, porém agora possui uma companheira em Amy. A inserção das mulheres na produção, algo criticado por muitos, é o que mais me agradou nas últimas temporadas. Fora que ver Penny e Leonard juntos é sempre um prazer.

Menções honrosas

Infelizmente, temos espaço para apenas 10 produções, no entanto, não há como deixar de comentar outras que também foram importantes em 2012. Entre as que se despediram, House e Chuck são os grandes destaques, séries e personagens que já deixaram saudades.

Fonte das imagens: Divulgação/Fox e Divulgação/NBC

Entre as séries dramáticas, ponto para Revenge e True Blood. Nos dois casos, estamos nos aprofundando cada vez mais na mitologia das séries, algo que sempre traz boas doses de especulações e teorias. Sem contar os vilões que roubam a cena.

Fonte das imagens: Divulgação/ABC e Divulgação/HBO

Já em se tratando das comédias, duas veteranas politicamente incorretas merecem meu amor e carinho: 2 Broke Girls e Don’t Trust The B—In Apartment 23. Entre Max e James Van Der Beek (sim, sou fã inveterada de Dawson’s Creek), tenho sérios problemas para escolher quem me diverte mais.

Fonte das imagens: Divulgação/NBC e Divulgação/ABC

Seguindo para as estreias desta fall season, três merecem destaque. No quesito comédia, Go On e The New Normal chamaram a minha atenção não apenas por tratarem de assuntos tabus (morte e homossexualidade) com muito humor, como também conseguem equilibrar tais temas com boas doses de profundidade. Respeitar o próximo e viver a vida plenamente são assuntos que, a meu ver, sempre serão relevantes.

Fonte das imagens: Divulgação/NBC

Para completar a lista das estreias, nada melhor do que falar da grande queridinha da temporada: Arrow. Além de focar a atenção na ação e nos temas pessoais de cada personagem, a série traz uma leva de vilões e mocinhos fantásticos da DC Comics, o que é garantia de uma boa narrativa.

Fonte da imagem: Divulgação/CW

Não é à toa que a aventura de Oliver Queen segue como a grande estreia da CW. Eu não consigo parar de assistir!

Vale comentar que "Os Melhores do Ano" são listas pessoais das redatoras, que englobam especialmente aquilo que cada uma delas conferiu em 2012. Portanto, é natural que algumas boas séries fiquem de fora.

E não se esqueçam! Semana que vem temos a parte final da nossa lista dos melhores. Enquanto isso, compartilhe as suas opiniões e preferências!