A principal temporada de estreias da televisão americana já começou e os fãs sempre ficam ansiosos para saber se saíram suas favoritas no novo ano e quais as novas séries que estão com mais chances de permanecer no ar ou não. Confira a compilação que fizemos das audiências das principais séries da televisão americana desde o início do mês de setembro.

Observações importantes

A Fox e a CBS são os maiores do país: a CBS consegue ranquear como a mais vista em número total de telespectadores, enquanto a Fox é a mais vista entre o público alvo de 18 a 49 anos. Logo depois vem a ABC, também outra gigante, e atrás dessas três temos a NBC. Muito, mas muito atrás das quatro maiores emissoras abertas dos EUA, temos a CW — do outro lado de um abismo quando se trata de audiência. Logo é preciso ter senso na hora de fazer comparações entre séries que se encontram em emissoras diferentes.

O número total de audiência não é o mais importante para as emissoras na hora de se considerar se a série será cancelada ou não, apesar de muitos críticos estarem especulando que esses números têm ganhado cada vez mais importância. Mas a medição que mais precisamos ficar de olho são as do público alvo de 18 a 49 anos, também chamada de demographics ou demo. Estes números são os mais importantes, porque é o que é usado como estratégia de marketing na venda de anúncios nos horários em que passam as séries — e esse é o público alvo dos anunciantes.

As audiências aqui são basicamente das séries da televisão aberta americana, com exceção de Sons of Anarchy, um caso que precisava ser comentado nesta matéria.

Terça-feira, dia 6

Sons of Anarchy (FX) estreou a quarta temporada (dia 6) com a maior audiência da série e com o episódio mais assistido da história do canal fechado americano: 6,5 milhões de telespectadores no total e alcançando 4.3 entre os adultos de 18 a 49 anos.

Terça-feira, dia 13

Ringer(CW) teve um bom começo (dia 13) na menor emissora aberta americana, com 2,74 milhões de telespectadores no total e 1.2 na audiência demográfica de 18-49 anos. A nova série de Sarah Michelle Gellar teve o episódio com maior audiência em seu horário de terça às 21h nos últimos três anos — desde a estreia de 90210.

O segundo episódio de Ringer (dia 20), teve 2 milhões de telespectadores e 1.0 no demo, caindo respectivamente 28 e 17 por cento em relação ao episódio anterior. Mas também sua concorrência era grande: na primeira meia hora estava passando New Girlna Fox e assim que o episódio da nova comédia terminou no concorrente, Ringer conseguiu melhor audiência.

90210 (CW) começou a nova temporada com audiência total 17% menor em relação ao ano passado, conseguindo apenas 1,63 milhões, e 12% menor na audiência demográfica de 18 a 49 anos, alcançando 0.8. No segundo episódio, a audiência caiu um pouco mais: 1,6 milhões

Parenthood (NBC) conseguiu 6,8 milhões de telespectadores totais e 2.3 na audiência demográfica, tendo um aumento em relação ao fim da temporada passada, mas uma queda em relação à estreia da segunda temporada. O segundo episódio teve uma queda ainda maior no segundo episódio, conseguindo 5,3 milhões de telespectadores e 2.1 na demo.

Quarta-feira, dia 14

Up All Night (NBC) teve uma audiência sólida em sua estreia (dia 14), com 10,9 milhões de telespectadores e 3.7 no demo — em grande parte por ter passado logo depois do final de temporada do American Got Talent. Na segunda semana (dia 22), a audiência caiu bastante, chegando a 6 milhões no total e 2.3 no demo.

Free Agents (NBC) já começou mal: 6,3 milhões no total e 2.1 na audiência demográfica, conseguindo audiência ainda menor no segundo episódio.

Quinta-feira, dia 15

Secret Circle (CW) teve uma grande estreia na televisão americana (dia 15), conseguindo manter toda a audiência de The Vampire Diaries, que passa no horário anterior. A série estreante conseguiu 3 milhões de telespectadores e pontuou 1.3 na audiência demográfica de 18 a 49 anos. No segundo episódio, a audiência caiu bastante, ficando na média de 2 milhões no total e 0.9 no demo.

The Vampire Diaries (CW) estreou sua terceira temporada com 3 milhões de telespectadores e 1.4 na audiência demográfica, ficando um pouco acima do fim da temporada passada. O segundo episódio sofreu uma queda para 2,5 milhões no total e 1.2 no demo.

Segunda-feira, dia 19

Two and a Half Men (CBS) estreou sua nona temporada (dia 19) com grandes novidades e impressionante audiência: o primeiro episódio sem Charlie Sheen e com a presença de Ashton Kutcher conseguiu os impressionantes números de 28,74 milhões de telespectadores e 10.7 na audiência demográfica. Esses números foram o dobro dos da estreia da oitava temporada. Já o segundo episódio sofreu uma grande queda de mais 30%, mas ainda continuou com uma grande audiência de mais de 20 milhões.

How I Met Your Mother (CBS) estreou bem sua nova temporada com 11,7 milhões no total 4.9 na audiência demográfica, uma alta de 34% em relação à estreia do ano passado. Esses números foram os maiores de toda a série. Barney e companhia viram uma queda de apenas 10% no segundo episódio, com 10,6 milhões e 4.4 no demo.

2 Broke Girls (CBS) estreou com a ótima audiência de 19,2 milhões de telespectadores, pontuando 7.0 entre os adultos de 18 a 49 anos. Essa foi a estreia de comédia mais assistida da televisão americana desde 2001, quando Inside Schwartz foi lançado. No segundo episódio, a audiência caiu para 11,6 milhões e 4.5 no demo, mas, apesar da queda, a nova comédia conseguiu uma audiência 40% maior que a de Rules of Engagement, quando a veterana passava neste horário.

Castle (ABC) estreou sua quarta temporada com grande audiência para o canal: 13,6 milhões no total (uma alta de 21% em relação à estreia do ano passado) e 3.2 entre os adultos de 18 a 49 anos (14% a mais). No segundo episódio, a audiência caiu para 11,9 milhões e 2.9 no demo.

Hawaii Five-0 (CBS) começou a segunda temporada com audiência 10% menor que a estreia no ano passado, conseguindo uma audiência total de 12 milhões e 3.4 na demo. Já o segundo episódio foi o mais assistido entre o público de 18 a 49 anos no seu horário, com queda de 10% desde a estreia de temporada, conseguindo 11,9 milhões e 2.9 na demo.

The Playboy Club (CBS) estreou com a péssima audiência de 5 milhões de telespectadores no total e 1.6 na demo — números baixíssimos para a emissora gigante. Para se ter uma ideia, isso foi dois terços da audiência da estreia de Chase na temporada passada — e todos lembramos qual foi o fim daquela série policial...  O segundo episódio, como sempre, viu uma audiência ainda menor, sofrendo uma queda de 19%, ficando com menos de 4 milhões de telespectadores e com 1.3 de audiência entre o público alvo de 18 a 49 anos.

Terça-feira, dia 20

New Girl (Fox) chegou arrasando em sua estreia no dia 20: 10,1 milhão de telespectadores e 4.8 na demo do público alvo. Isso foi 36% a mais do que Raising Hope conseguiu ter de sua audiência quando estreou depois de Glee no ano passado na emissora americana. Essa foi a maior estreia de comédia da Fox em 10 anos, desde o lançamento de Bernie Mac.

Glee (Fox) começou sua terceira temporada com uma boa queda em relação à estreia do segundo ano: 30% a menos, com 8,7 milhões de telespectadores e 3.8 na audiência de adultos entre 18 e 49 anos.

NCIS (CBS) voltou com sua audiência astronômica: 19,5 milhões e 4.2 com o público alvo, com leve alta em relação à estreia no ano passado.

NCIS: Los Angeles (CBS) se aproveitou da boa audiência de seu predecessor, ficando com os altos números de 16,7 milhões de telespectadores e 3.6 na demo — 14% e 6% a mais que no ano passado, respectivamente.

Unforgettable (CBS) chegou ao canal especialista em séries criminais com a sólida audiência de 14 milhões de telespectadores e 2.9 na demo do público alvo, em uma estreia melhor do que a de The Good Wife, que havia sido lançada neste horário no passado.

Raising Hope (Fox) estreou a nova temporada em alta em comparação com ano passado: 17% a mais no número total de telespectadores, com 6,9 milhões, e 24% a mais entre o público alvo, pontuando 3,1 na demo.

Body of Proof (ABC) estreou a nova temporada com 27% de audiência a menos do que na estreia da primeira temporada: 9,7 milhões e 2.2 na demo.

The Middle (ABC) começou bem sua nova temporada, com 9,6 milhões no total e 3.0 na demo, tendo uma alta em relação à estreia no ano passado.

Quarta-feira, dia 21

Modern Family (ABC) foi o vencedor da noite de quarta-feira (dia 21) na televisão americana: a terceira temporada teve 14,3 milhões de telespectadores e 6.0 na demo do público alvo, com grande alta em relação ao ano passado (13% e 20% respectivamente).

Criminal Minds (CBS) teve a audiência de 14,1 milhões e 4.1 na demo (ficando parecida com a audiência de estreia do ano passado).

Harry’s Law (NBC) estreou com forte queda em relação ao ano passado: 7,3 milhões e 1.2 na demo, um número baixíssimo.

CSI (CBS) começou bem a nova temporada com Ted Danson: 12,6 milhões e 3.1 entre os adultos de 18 a 49 anos, sendo a mais assistida entre o público total em seu horário.

Revenge (ABC) teve uma boa estreia, sendo a mais assistida entre o público alvo em seu horário, com 3.4 na demo e 10,1 milhões no total.

Law & Order: SVU (NBC) começou a nova temporada mal: caiu da casa dos dígitos em que estava no ano passado, para conseguir apenas 7,6 milhões e 2.3 na demo.

Quinta-feira, dia 22

Charlie’s Angels (ABC), apesar de ser uma das mais esperadas deste fall season, teve uma estreia morna no dia 22: 8,7 milhões e 2.1 na demo.

Prime Suspect (NBC) teve a audiência muito abaixo da esperada, com apenas 6 milhões de telespectadores e 1.9 entre o público alvo, sendo a última colocada na noite de quinta.

The Big Bang Theory (CBS) começou a nova temporada muito bem, sendo o programa mais assistido entre o público de 18 a 49 anos na noite de quinta: 5.0 na demo e 14,4 milhões no total.

Community (NBC) começou com queda em relação ao ano passado: de 5 milhões de telespectadores no início da segunda temporada, foi para pouco menos de 4 milhões neste ano, e de 2.2 na demo para 1.7.

Parks and Recreation (NBC) conseguiu apenas 4,1 milhões de telespectadores e 2.0 na demo (bem menos do que os 6 milhões e 2.6 que 30 Rock conseguiu em 2010 neste horário).

Person of Interest (CBS) foi a série mais assistida em número total de telespectadores no seu horário de exibição: 13,2 milhões e 3.1 na demo.

Grey’s Anatomy (ABC) ficou com a audiência mais de 24% abaixo do que conseguiu no ano passado: 10,3 milhões de telespectadores e 4.1 na demo.

The Office (NBC) teve apenas uma pequena queda em relação à estreia no ano passado, mas ainda teve os sólidos números de 7,6 milhões e 3.9 entre o público alvo. Esses foram bons números, considerando-se o medo da reação do público em relação a uma nova temporada sem Michael Scott.

Whitney (NBC) estreou com a audiência morna de 6,7 milhões e 3.2 entre o público alvo.

The Mentalist (CBS) liderou o seu horário de exibição com 13,3 milhões de telespectadores, infelizmente 20% a menos do que a estreia do ano passado conseguiu.

Sexta-feira, dia 23

A Gifted Man (CBS) estreou bem para a noite de sexta-feira (dia 23) com 9,3 milhões de telespectadores e 1.4 na demo, conseguindo mais telespectadores totais do que Medium no ano passado neste mesmo horário.

CSI: NY (CBS) ficou bem na noite de sexta, com 10,7 milhões no total e 1.8 na demo (10% de queda em relação ao ano passado).

Blue Bloods (CBS) foi a mais assistida da noite em número total de telespectadores, com 11,8 milhões e 2.0 entre os adultos de 18 a 49 anos — um número só um pouco abaixo em relação à estreia no ano passado.

Nikita (CW) já não se encaixou tão bem no novo horário: ficou com menos da metade da audiência que teve na estreia da primeira temporada, apesar de ter caído pouco em relação ao fim da temporada. Os números foram 1,88 milhões e 0.6 na demo. Em relação ao que Smallville fazia neste horário no ano passado, Nikita está com 35% a menos no número total de telespectadores e 54% a menos do público alvo.

Supernatural (CW) também começou a temporada bem abaixo do início do ano passado: 1,95 milhões e 0.8 na demo — no entanto, os números se mantiveram desde o fim da sexta temporada.

Fringe (Fox) teve uma audiência mista: embora tenha decaído em 30% em relação à estreia da temporada passada, teve um aumento se for comparado com o fim do terceiro ano. Os números foram 3,53 milhões e 1.5 na demo.

Domingo, dia 25

Desperate Housewives (ABC) teve a estreia de temporada (dia 25) de menor audiência de sua história: foram 9,8 milhões de telespectadores no total e 3.1 na demo, cerca de 25% a menos em relação à estreia do ano passado. De qualquer maneira, já está definido que esta será a última temporada da série.

Pan Am (ABC) voou alto na sua estreia, com 10,9 milhões no total e 3.1 entre o público alvo, saindo-se melhor do que Brothers & Sisters havia se saído neste horário no ano passado.

The Simpsons e Family Guy (Fox) foram as duas séries mais assistidas da noite de domingo entre o público alvo de 18 a 49 anos. Os primeiros conseguiram 7,9 milhões no total de telespectadores e 3.8 na demo, enquanto os últimos, 7,6 milhões e 4.1.

The Cleveland Show e American Dad escorregaram em relação às estreias na temporada passada, ficando, respectivamente com 6 milhões no total e 3.1 na demo, e 5,7 milhões e 3.0 na demo.

The Good Wife (CBS) sofreu grande queda em relação à estreia no ano passado, que era no horário mais privilegiado da terça-feira, ficando com 10,5 milhões no total e 2.2 entre o público alvo.

CSI: Miami (CBS) também viu uma queda em relação ao ano passado: 10 milhões de telespectadores (menos 16%) e 2.2 com o público alvo (menos 3%).

Segunda-feira, dia 26

Terra Nova (Fox) estreou (dia 26) com bons números, mas não o suficiente para cobrir todo o altíssimo custo de produção e atender à expectativa que foi criada por sua estreia (que foi arrastada e adiada por mais um ano). Os números foram 9,2 milhões de telespectadores e 3.1 entre adultos de 18 a 49 anos.

Mike & Molly (CBS) estreou sua segunda temporada com a ajuda da alta audiência de Two and a Half Men, ficando em 14 milhões de telespectadores e com 4.9 na demo (as maiores audiência da série até agora).

Hart of Dixie (CW) teve boa estreia para o menor canal da televisão americana com 1,8 milhões de telespectadores e 0.8 na demo.

Gossip Girl (CW) sofreu queda em relação ao ano passado, ficando com 1,4 milhões no total e 0.8 entre os adultos de 18 a 49 anos.

Alguns números podem mudar depois de alguns dias passados os episódios, mas em geral a análise de se a série se saiu bem ou não permanece a mesma.