Um dos filmes mais esperados na Netflix finalmente estreou no serviço de streaming no último sábado (27). Mulher-Maravilha, considerado um dos melhores filmes da DC, inclusive, desbancou a estreia da 3ª temporada de Darkque aconteceu no mesmo dia.  

O mais surpreendente é que foi criado um grande alvoroço em torno do episódio  3x1 de Dark"Dejà-Vu", que previa o final do mundo exatamente para aquele dia, 27 de junho de 2020, tendo sido essa profecia um dos principais tópicos das redes sociais. 

Mesmo assim, a força de Diane Prince (Gal Gadot), a Mulher-Maravilha, prevaleceu.

Fonte: Warner Bros/Divulgação Warner Bros./Divulgação

Mulher-Maravilha: poder feminino em estado bruto

Dirigido por Patty Jenkins, Mulher-Maravilha, de 2017, tem um roteiro escrito de forma primorosa por Allan Heinberg (de Grey's Anatomy), que consegue capturar o desejo de poder feminino expresso com tamanha força em um campo de batalha.

Criada numa ilha paradisíaca onde é reconhecida como princesa das amazonas, Diana Prince descobre na praia um piloto ferido, Steve Trevor (Chris Pine), e recebe dele a notícia de que uma terrível guerra está se espalhando pelo mundo.

Fiel ao princípio de pacificar todas as lutas, a jovem decide deixar o seu protegido lar com a firme convicção de que poderá encerrar o conflito.

Ao entrar em contato com a Terra, ela descobre que seus poderes são imensos em relação às demais pessoas. Mas encontrará resistências entre os seus novos aliados, descrentes e arrogantes em relação à força que uma mulher pode oferecer.

Qual das atrações você assistiu primeiro, Dark ou Mulher-Maravilha? Comente!

Texto escrito por Jorge Marin via Nexperts.