A revista Variety revelou nessa semana que a Netflix e Leonardo DiCaprio estão trabalhando na adaptação cinematográfica do premiado documentário Virunga, escrito e dirigido pelo londrino Orlando von Einsiedel. O roteiro do filme ficará a cargo do vencedor do Oscar 2017 Barry Jenkins, por Moonlight: Sob a Luz do Luar.

DiCaprio foi um dos produtores-executivos de Virunga e resolveu embarcar no novo projeto, juntamente com seus parceiros da Appian Way Jennifer Davisson e Phillip Watson. Também estará na produção a britânica Joanna Natasegara, que recebeu um Oscar em 2017 por White Helmets, também dirigido por Von Einsiedel. 

Virunga concorreu ao Oscar de Melhor Documentário de Longa-Metragem na edição de 2015 e narra a história real de guardas-florestais que arriscaram suas vidas para salvar o parque nacional mais famoso da África (que é o nome do documentário) e preservar as vidas dos gorilas da montanha. 

Fonte: Netflix/Reprodução Netflix/Reprodução

Os trabalhos de Barry Jenkins

A escolha de Barry é considerada um dos pontos fortes da parceria. Além de seu trabalho como diretor e roteirista de Moonlight, ele tem sido elogiado por If Beale Street Could Talk (Se Essa Rua Falasse), de 2018, adaptação do livro de James Baldwin, que Jenkins roteirizou e dirigiu. 

O norte-americano trabalha atualmente numa cinebiografia do coreógrafo afro-americano Alvin Ailey, fundador da companhia de dança Alvin Ailey American Dance Theater. 

Outra adaptação em curso é a do livro de Colson Whitehead The Underground Railroad, que trata da temática da escravidão e será transformado em série pela Amazon Prime Video. 

Finalmente, outro trabalho já concluído foi o roteiro do primeiro filme dirigido por Rachel Morrison, que fez a cinematografia de Pantera Negra, o drama Flint Strong, que conta a vida de uma boxeadora americana. 

O documentário Virunga está disponível na Netflix.

Texto escrito por Jorge Marin via Experts.