Na última sexta-feira (18), estreou no streaming da Netflix a segunda temporada de Coisa Mais Linda. A série brasileira recebeu seis novos capítulos que elevaram o nível da série, que já havia mostrado uma excelente qualidade de produção em seu ano de estreia na Netflix.

  Netflix/Reprodução

elenco da 2ª temporada de Coisa Mais Linda é comandado por Maria Casadevall, Fernanda Vasconcellos, Pathy Dejesus, Mel Lisboa e Larissa Nunes. Suas personagens buscam elevar a força feminina na sociedade através de suas jornadas independentes.

A sororidade ganha mais destaque na 2ª temporada de Coisa Mais Linda

A 2ª temporada de Coisa Mais Linda acerta ao estender o protagonismo da trama além da história de Malu (Casadevall). No novo ano, todas as personagens conseguem brilhar, inclusive Adélia (Dejesus). Dessa forma, além do discurso feminista que a série aborda, agora temos uma mulher negra entre os destaques centrais.

Além disso, o crescimento feminino das personagens é diretamente ligado a como o trabalho impacta em suas vidas, mais uma vez enaltecendo o papel da mulher na sociedade para além de ser apenas dona de casa.

Qualidade técnica é um dos destaques da série da Netflix

O roteiro consegue abordar o racismo, o assédio, a desvalorização feminina, entre diversos outros temas polêmicos, de maneira direta, concisa e assertiva, sem cair em caricaturas, através de diálogos profundos e bem desenvolvidos.

Destaque também para a trilha sonora de Coisa Mais Linda, que traz vários clássicos da música brasileira nos momentos certos. As músicas se encaixam bem com os momentos que as personagens atravessam, conectando suas emoções.

A atuação das mulheres na série é outro ponto forte. Todas as atrizes conseguem executar muito bem o seu trabalho, dando credibilidade às cenas. Em contrapartida, algumas interpretações do time masculino acabam deixando a desejar. 

Esse contraste na qualidade de atuação deixa algumas cenas um pouco desequilibradas. Acreditamos que isso seja um reflexo do roteiro, que busca estabelecer os homens como os vilões da trama, além da direção, que não soube dar direcionamento aos sentimentos dos personagens, que soam, por muitas vezes, falsos.

Pouco avanço de algumas personagens em relação à 1ª temporada

Apesar de seus grandes pontos fortes, que elevaram a qualidade da produção de uma maneira geral, a série não é perfeita. Coisa Mais Linda erra ao não avançar para valer na história. 

Na 1ª temporada, tínhamos a personagem Malu inicialmente em um casamento desgastado, incômodo e infeliz. A personagem teve seu desenvolvimento durante os episódios do primeiro ano, mas, agora, iniciamos a série no mesmo ponto, com a personagem novamente casada, insatisfeita e com os mesmos objetivos. 

Isso acabou parecendo com o desenvolvimento de uma novela, que por muitas vezes acaba tendo em sua trama uma personagem que se desenvolve apenas para retornar à sua zona de conforto mais tarde. 

A 2ª temporada de Coisa Mais Linda está disponível para ser vista na Netflix.

Texto escrito por Marcelo de Morais via Nexperts.