O cineasta Martin Scorsese (O Irlandês) gravou um curta-metragem enquanto estava em quarentena durante o lockdown causado pela pandemia de coronavírus. O curta é focado nas experiências pessoais do próprio diretor durante o seu isolamento social.

  Emma McIntyre/Getty Images/Reprodução

O filme foi lançado no dia 28 de maio, no canal BBC, durante o Lockdown Culture With Mary Beard, a nova série do principal programa de artes do canal, o Front Row Late.

Scorsese falou sobre o aprendizado que teve durante o lockdown e como levará isso para o seu futuro. “O que espero no futuro é levar comigo o que fui forçado a aprender nessas circunstâncias. É o essencial. As pessoas que você ama. Ser capaz de cuidar delas e estar com elas o máximo que puder”.

O capítulo do dia 28 de maio de Lockdown Culture With Mary Beard foi o último da temporada. Mary comentou sobre o trabalho de Scorsese. “Scorsese fez um final maravilhoso para a série. Nós o vemos em casa, pensando no lockdown pelas lentes de filmes clássicos, como The Wrong Man, de Hitchcock. Mas o que é realmente inteligente é que essa grande luminária de Hollywood também nos leva a olhar para Hitchcock novamente e através das lentes de nossa situação atual. Eu fiquei maluca quando ele concordou em fazer isso por nós. Me sinto realizando uma pequena estreia!".

O diretor Lee Daniels (Empire) também fez parte do programa, no qual falou sobre como a pausa em Hollywood pode ser benéfica para a criatividade dos produtores, diretores e roteiristas. 

Bernardine Evaristo, Helen Mirren, Emma Thompson, Emilia Clarke, a poeta Lemn Sissay e o historiador David Olusoga, também estiveram no programa.

Texto escrito por Marcelo de Morais via Nexperts.