Batman é um dos super heróis mais conhecidos da DC Comics, tanto pelas histórias em quadrinhos quanto por sua participação na TV e no cinema. Algumas das obras são muito aclamadas, como a trilogia Dark Knight, dirigida por Christopher Nolan, que manteve seu bom desempenho ao longo dos três filmes.

No entanto, algumas produções não tiveram a mesma opinião positiva do público e da crítica especializada. É esse o caso de Batman & Robin, filme de 1997, que é tido até hoje como uma das piores produções que mostram as aventuras do Homem Morcego e do Garoto Prodígio. 

Recentemente, Akiva Goldsman, o roteirista do filme, comentou sobre o fracasso e pediu desculpas aos fãs.

(Fonte: CBR/Reprodução) Warner Bros./Reprodução

Detalhes da fala do roteirista

Apesar de o portfólio de Goldsman apresentar, atualmente, alguns sucessos, como Star Trek: Discovery, a marca que Batman & Robin deixou permanece até hoje. Na entrevista para o Collider, o roteirista pediu desculpas abertamente. “Nós não queríamos que fosse ruim”, continuou sua fala.

Vale lembrar que Akiva Goldsman não é o primeiro a se retratar pelo fracasso do filme. Alguns nomes do elenco de Batman & Robin, como George Clooney, e o próprio diretor, Joel Schumacher, já chegaram a dizer publicamente que não entregaram o seu melhor na produção.

Antes do fracasso de Batman & Robin, havia certa expectativa para que a franquia lançasse um terceiro filme com Schumacher na direção. Nicolas Cage seria o responsável por interpretar o papel do vilão Espantalho e haveria um clima mais obscuro e adulto - que o público nunca chegou a ver.

Levou anos para que o Homem Morcego ressurgisse no cinema, mas seu retorno foi triunfal com Batman Begins em 2005.

Texto escrito por Flávio Motta Coutinho via Nexperts.