Hollywood faz de tudo para mostrar uma imagem de paz e união em suas produções, mas nós sabemos que o clima por trás das câmeras, em alguns casos, costuma ser bem diferente. 

Não é incomum surgirem notícias sobre brigas e discussões que acontecem nos bastidores das séries e, recentemente, um dos casos que causou maior burburinho foi com o elenco de Will & Grace.

De acordo com o site Vulture, todo o drama girava em torno da atriz Megan Mullally, que havia pedido um afastamento de duas semanas devido às discussões com Debra Messing e parte do elenco. 

Como acontece com toda discussão moderna, Mullally parou de seguir Messing e Sean Hayes nas redes sociais, dando indícios de quem havia motivado seu afastamento temporário da série.

(Fonte: NBC/Divulgação) NBC/Divulgação

O que se sabe sobre a briga

Dentre os principais atores de Will & Grace, Mullally, aparentemente, fez questão de continuar próxima apenas de Eric McCormack, responsável por dar vida ao personagem Will Truman na série.

As consequências do desentendimento foram fatais para a série. O elenco todo insistia em negar qualquer rivalidade entre os atores, mas, recentemente, uma fala do próprio criador do seriado deu a entender que as coisas, realmente, estavam complicadas.

"Não foi um ano fácil, mas o legado permanente do show é muito mais importante para nós do que quaisquer desentedimentos temporários que poderiam aparecer mais", revelou Max Mutchnick, criador do show ao lado de David Kohan.

Will & Grace tinha previsão de acabar apenas neste ano, mas foi rapidamente antecipada para finalizar em outubro de 2019, diferente do que todos esperavam. As especulações diziam que o clima nos bastidores tinha ficado insustentável, levando à finalização antecipada. Boatos que foram confirmados agora, algum tempo depois.

Apesar disso, os criadores da série afirmam que o fim de Will & Grace foi o ideal e que conseguiram concluir a jornada dos personagens. 

Texto escrito por Flávio Motta Coutinho via Nexperts.