Há 30 anos, estreava Twin Peaks, uma obra-prima de David Lynch e Mark Frost, que, de maneira fascinante, colocava em evidência um novo estilo de produção ao tratar de um assassinato misterioso, um ambiente nebuloso e um café muito frequentado. 

O seriado foi ao ar no canal ABC e inovou o estilo de drama televisivo, com mistério, investigação, crimes, drama e uma pitada de vários outros elementos. 

Prepare-se, porque, neste texto do especial Séries na História, você irá voltar no tempo e descobrir um pouco mais sobre Twin Peaks e como a série conseguiu mudar as produções feitas para a TV. Confira! 

(Fonte: IMDB/Reprodução) ABC/Reprodução 

O enredo

Na série, o agente do FBI Dale Cooper (Kyle MacLachlan) viaja até Twin Peaks, em Washington, para investigar o misterioso assassinato da jovem Laura Palmer (Sheryl Lee). Durante a investigação, o agente tem a ajuda do xerife Harry Truman (Michael Ontkean) e tem que lidar com uma cidade cheia de segredos obscuros e envolvimentos inesperados.

(Fonte: CBS Photo Archive/Reprodução)CBS Photo Archive

O estilo criado por Twin Peaks

O seriado marcou os programas de televisão, os espectadores e os críticos ao trazer para as séries um estilo de narrativa que antes estava presente apenas nos sucessos do cinema. Isso porque os personagens tinham arcos e histórias tão profundas e longas quanto o seriado em si, sendo muito bem trabalhados e apresentando mistérios que confundiam constantemente os fãs.

Esses detalhes faziam com que a audiência tivesse que acompanhar todos os episódios e, ao mesmo tempo, tentasse desvendar os mistérios da série e dos personagens. E é sério: um capítulo não visto e é possível ficar completamente perdido na história.

Uma inspiração para os sucessores

Twin Peaks pode até não ter sido o tipo de seriado que tem um sucesso longo e existe por muitas temporadas, como Dr. HouseFriends ou Grey’s Anatomy, mas marcou o mundo da televisão por se tornar uma inspiração para muitos programas que vieram depois. O estilo que foi criado pela série pode ser encontrado nas alterações de linha do tempo de Westworld, o sucesso da HBO. As marcas da obra-prima de Lynch também aparecem nas reflexões de True Detective e na forma como o seriado Legion manipula seus personagens. 

Outro exemplo mais recente é Riverdale, que carrega o mesmo DNA de Twin Peaks, mas com um estilo mais focado no público jovem. Além deles, seriados que marcaram a história, como The SopranosArquivo X e Lost beberam na fonte de Twin Peaks, direcionando seus focos para o desenvolvimento dos arcos dos personagens e para algumas táticas de mistério amplamente utilizadas por Lynch.

(Fonte: ABC Photo Archives/Reprodução) ABC Photo Archives 

A série foi lançada nos anos 1990, mas teve um 3ª ano feito pela Netflix em 2017. O novo Twin Peaks acontece em uma realidade 25 anos após o último episódio da 2ª temporada, que estreou em 1991.

Sem dúvidas, uma série a que você precisa assistir.

Texto escrito por Gabriel Lopes Witiuk via Nexperts.