A gente adora assistir a séries e fugir um pouquinho da realidade vendo o desenvolver da vida de outras pessoas e analisando cada decisão que elas tomam. Porém, algumas vezes, as histórias passam dos limites e apresentam situações que causam estranhamentos imediatos.

Isso acontece com tanta frequência que a gente decidiu criar uma lista das situações mais absurdas que já vimos nas séries. Confira agora o nosso top 10.

10. Jake Peralta e a necropsista com fetiche por pessoas que se fingem de mortas (Brooklyn Nine-Nine)

Não tem muito o que explicar sobre o porquê de essa situação ser tão estranha. No episódio de Brooklyn Nine-Nine é tudo engraçado, mas, parando para refletir, é meio absurdo ver uma pessoa que trabalha com pessoas mortas se sentir sexualmente atraída quando o parceiro finge que está sem vida — ainda mais considerando que a interação acontecia, em boa parte, em um ambiente cercado por mortos de verdade.

9. Ross Geller tentando beijar a própria prima (Friends)

Mais um caso que pode parecer engraçado no momento, mas acaba sendo estranho depois. Tudo piora ainda mais quando Ross tenta se explicar e a única coisa que consegue dizer é “Eu não transo há muito tempo”.

8. Aria namorando o professor (Pretty Little Liars)

Enquanto as outras cenas que mencionamos são pontuais, essa se estende ao longo da série. Chegou ao ponto de os fãs terem que se acostumar, já que perceberam que os roteiristas queriam mesmo continuar forçando o relacionamento anormal entre aluna e professor.

7. Deb sente desejos sexuais pelo irmão adotivo (Dexter)

Ok, aparentemente é uma tendência os autores criarem relacionamentos absurdos com a intenção de chocar — o que, claramente, conseguiram nesse caso.

6. Walter White mata Mike (Breaking Bad)

Para muitos fãs, a cena foi tão marcante que acabou sendo interpretada como um momento de transição: aqueles que tinham dúvidas sobre a índole do químico puderam concluir que, a partir daquele momento, o lado vilanesco estava dominando.

5. Freddie apanha até morrer (Skins)

A série que tratava da vida de adolescentes ultrapassou o limite em alguns momentos que caberiam nesta lista, mas vale a pena destacar este, por mostrar a morte de um jovem de maneira tão brutal. A cena acabou se provando desnecessária no contexto, sem falar dos gatilhos que pode despertar nos espectadores mais sensíveis.

4. A mãe morre pouco depois de ter aparecido (How I Met Your Mother)

Quem já assistiu à série provavelmente passou por esse momento de conflito ao ver que a personagem mais esperada é apresentada, aparece no hospital e, pouco depois, morre. É uma indignação compreensível, e nós já estivemos nesse lugar, acredite.

3. Sue prende Blaine e Kurt em um elevador (Glee)

Tudo piora quando lembramos que Sue era professora do colégio e prendeu dois alunos em um elevador como se fosse algo totalmente comum, sendo que ela estava claramente levando a relação com os dois para um lado extremamente pessoal.

2. Patty revela gostar de matar (Insatiable)

Cenas de morte em séries já são complicadas para absorver, mas ficam ainda mais absurdas quando a assassina em questão revela ter gostado de fazer aquilo. “Nada é tão gostoso quanto a sensação de matar”, nas palavras da própria Patty.

1. Clarke coloca um colar de choque na filha (The 100)

Os fãs viram o momento como um abuso infantil — e nós não podemos discordar. Mesmo com o instinto de proteção que Clarke sentia, tratar a filha como um animal foi difícil de ver.

Lembrou mais algum momento estranho das suas séries favoritas? Comente!

Texto escrito por Flávio Motta Coutinho via Nexperts.