A última novidade para os fãs de Guerra nas Estrelas são as publicações de Star Wars: The High Republic, que vai contar histórias de cerca de 200 anos antes dos acontecimentos de Star Wars: A Ameaça Fantasma

As novas histórias serão focadas nos Jedi, que estão vivendo o seu auge. Por enquanto, essas histórias serão publicadas somente em livros e em HQs.

  Disney/Lucasfilm/Reprodução

O que chama atenção nos materiais divulgados de Star Wars: The High Republic é a diversidade de sabres de luz que os Jedi aparecem empunhando. Temos as tradicionais versões em azul e em verde, além do sabre de luz roxo e do amarelo — que já apareceram nos filmes —, os inéditos, rosa e azul esverdeado, e os mais impactantes visualmente, o de luz branca e o de luz preta, como o lendário darksaber. 

Mas você sabe o porquê de tantas cores e estilos diferentes?

  Disney/Lucasfilm/Reprodução

Os filmes nunca se aprofundaram nessa questão, mas sempre foi claro no universo expandido que cada Jedi e cada Sith era responsável pela criação de seu sabre de luz.

O poder de um sabre de luz vem de um cristal Kyber e a cor que cada cristal emite representa a conexão do Jedi com a Força. Confira:

- A cor amarela é normalmente usada por um Jedi hábil e com grande destreza. 

- A cor roxa indica usuários da Força tanto do lado claro quanto do lado escuro. 

- A cor azul representa guerreiros habilidosos e que lutam pela verdade e pela justiça. 

- Os sabres de luz verde vêm de um Jedi habilidoso em meditação e negociação. 

- O branco simboliza um cristal kyber que foi tocado pelo lado negro, perdendo sua cor original. A personagem Ahsoka Tano, que deve aparecer na 2ª temporada de The Mandalorian, utiliza um sabre de luz branco. 

- Já o de lâmina negra, também conhecido como darksaber, possui um visual diferente, lembrando uma lâmina afiada tradicional. Ele apareceu em The Mandalorian, sendo empunhado por Moff Gideon. O darksaber possui uma história particular, sendo criado por Tarre Vizsla, o primeiro mandalorian a fazer parte da Ordem Jedi.

E aí, qual sabre de luz seria o seu, hein?

Texto escrito por Marcelo de Morais via Nexperts.