A 16ª temporada de Grey's Anatomy está perto do fim. O episódio da próxima semana, o 16x21, que vai ao ar em 9 de abril, trará a season finale para o público antes do previsto por conta da pausa nas gravações em consequência da pandemia do coronavírus. 

Entretanto, o penúltimo episódio, o 16x20, intitulado de "Sing it Again", apresenta um paciente muito especial, conforme revelado na preview. Muito drama à tona e diversos conflitos também são os pontos-chave do episódio.

O episódio se inicia com Richard Webber (James Pickens Jr.) voltando para Seattle junto de Catherine (Debie Allen), logo após a conferência desastrosa que participou e virou motivo de piada nas mídias sociais — teve até criação de memes a respeito do assunto. 

Enquanto isso, em Gray Sloan, Bailey, Meredith, Jackson e Amelia estão tentando descobrir o que pode estar acontecendo com Richard.

(ABC/Reprodução) ABC/Reprodução 

Apesar de nenhum dos resultados dos testes feito por eles trazer algo de satisfatório ou que faça sentido, eles continuam buscando pistas para descobrir do que ele pode estar sofrendo. Algumas pessoas acreditam na possibilidade de ser demência, podendo estar diretamente ligada ao mal de Alzheimer, mas Meredith acha que esse não é o caso e insiste uma nova busca.

O momento mais crítico do episódio é, sem dúvidas, quando os médicos se deparam com Richard quase se cortando em uma sala cirúrgica vazia. Ele acredita estar trabalhando, confunde o nome de Meredith e ainda pergunta se continua em Seattle Grace. O médico pede ainda que alguém dispense os estagiários para que ele possa chegar em casa antes da hora do jantar com Adele. Meredith, Maggie, Jackson, Catherine e Bailey ficam abismados ao vê-lo nesse estado.

(ABC/Reprodução) ABC/Reprodução 

Então, os médicos levam-no de volta ao seu quarto e, logo em seguida, Meredith encontra-se com Andrew DeLuca na biblioteca do hospital. O rapaz promete ajudá-la com o caso de Richard.

Um outro grande drama do episódio é apresentado com a chegada de uma mulher que se apresenta como Dana Hamilton. Ela chega ao hospital com seu filho, Guthrie, e Tom Koracick (Greg Germann) fica estranhamente chocado com a aparência do garoto de 10 anos, que se parece muito com seu falecido filho, David. 

Além disso, Dana é sua ex-esposa e revela ao médico que Guthrie tem um tumor no cérebro e precisa ser operado, já que o problema está afetando sua espinha dorsal. Dana acredita que Tom seja o único capaz de operá-lo, mas o médico não consegue devido às lembranças de seu filho e revela isso diretamente a Teddy. O desenrolar dos eventos da cirurgia se mostra um sucesso, mesmo após alguns conflitos.

Outra paciente é apresentada ao final: Vera, uma professora que quebrou o pé quando seu marido deixou um livro pesado cair sobre ele. Koracick diagnostica-a com musicofilia, um espectro de fenômenos neurológicos relacionados à música.

Será que os médicos vão conseguir ajudar Richard na season finale de Grey's Anatomy?

Texto escrito por Matheus Rocha da Silva via Nexperts.