A pandemia de Coronavírus que tem se espalhado ao redor do mundo tem obrigado as pessoas a ficarem isoladas em quarentena dentro de suas próprias casas para evitar que o vírus se espalhe. 

Para incentivar que as pessoas permaneçam fechadas em ambientes seguros, algumas plataformas de streaming dos Estados Unidos têm disponibilizado gratuitamente seus serviços.

(Fonte: Robert Viglasky/SKY Productions/Sundance Now/Reprodução)
Fonte: Robert Viglasky/SKY Productions/Sundance Now/Reprodução

Vários desses serviços estão oferecendo testes de 30 dias de graça para que novos usuários em suas plataformas possam permanecer ocupados durante o período de isolamento e distanciamento social. Confira alguns dos serviços que estão gratuitos por lá!

Sundance Now

O serviço de streaming da AMC Networks oferece uma seleção de séries originais e exclusivas, de histórias de crimes reais a dramas e thrillers. O conteúdo disponibilizado pelo serviço traz conteúdo vindo de todo o mundo.

O Sundance Now, normalmente, oferece 7 dias de graça para novos usuários, no entanto, a plataforma aumentou o período de testes para 30 dias.

Entre as séries oferecidas na plataforma, estão A Discovery of WitchesRivieraThe CryCheatThe GulfWistingThe Red ShadowsThe BureauState of the UnionThe Little Drummer GirlKilling for Love e Jonestown: Terror in the Jungle.

Acorn TV

A plataforma oferece conteúdo britânico para os Estados Unidos e o Canadá. São diversas séries produzidas no país da rainha e que agora podem ser vistos gratuitamente na América do Norte também por 30 dias.

Agatha RaisinDoc MartinMidsomar MurdersMurdoch MysteriesManhuntSling Arrows e Murphy's Law são algumas das séries oferecidas no catálogo da Acorn TV.

Shudder

Se por sua vez o Acorn TV é feito para quem curte séries britânicas, o Shudder é perfeito para os fãs de terror.

Room, Dogs Don't Wear Pants3 From HellBlissThe Marshes e Re-Born são algumas das séries que se destacam na plataforma.

Infelizmente, nenhum dos 3 serviços está atualmente disponível no Brasil.

Será que a moda pega por aqui também?

Texto escrito por Marcelo de Morais via Nexperts.