O Broadcasting Press Guild (BPG) do Reino Unido foi realizado no Banking Hall de Londres, na sexta (06). Neste Chernobyl e The Virtues foram os grandes vencedores do prêmio. Os BPG Awards são concedidos a trabalhos encomendados ou estreados no Reino Unido e exibidos em 2019, bem como selecionados de forma independente e por correspondentes de TV, rádio, críticos e espectadores. 

Chernobyl, a série da Sky Atlantico e HBO sobre o desastre nuclear soviético, ganhou o prêmio de "Melhor Série Dramática", enquanto o autor Craig Mazin levou para casa o prêmio de "Melhor Escritor".

(Fonte: Channel 4/Divulgação)
(Fonte: Channel 4/Divulgação)

O programa do canal 4 de Shane Meadows, The Virtues, conquistou o prêmio de melhor drama individual/minissérie, enquanto Stephen Graham ganhou o prêmio de melhor ator por sua atuação como alcoólatra assombrado pelo passado. O prêmio também foi um reconhecimento ao trabalho de Graham em Line Of Duty e A Christmas Carol.

O ator Ncuti Gatwa, uma das estrelas do drama da Netflix Sex Education, ganhou o BPG Breakthrough Award.

Outros prêmios

Fleabag (BBC Three e Amazon Prime Video) foi eleita a melhor comédia, enquanto The Graham Norton Show (BBC One) levou para casa as principais honras do melhor programa de entretenimento.

O Channel Four News e a ITN ganharam o prêmio BPG de melhor documentário com For Sama, que foi indicado ao oscar por Waad Al-Kateab. O prêmio de melhor série de documentários foi para Thatcher: Uma Revolução Muito Britânica (BBC Two).

A vencedora do oscar, Glenda Jackson, recebeu o prêmio "Melhor Atriz" pelo Elizabeth is Missing com seu personagem Maud — sofredora de demência na adaptação da BBC One.

O diretor de cinema e TV Michael Apted recebeu o "Prêmio do Júri do BPG" pela série Up, que começou em 1964 com 14 crianças de 7 anos que cresceram no Reino Unido e foram objetos de um novo documentário a cada 7 anos.

Texto escrito por Aléxis Cerqueira Góis via Nexperts.