O stormtropper Finn de Star Wars: A Ascensão de Skywalker, John Boyega, fechou um acordo com a Netflix para produzir, por meio da UpperRoom Productions, projetos de filmes baseados em histórias e cultura dos países africanos e nos seus arredores. A UpperRoom foi co-fundada por Boyega em 2016 e já produziu filmes de ficção científica, dentre outros.

A Netflix já vinha dando sinais de que está aumentando sua participação no conteúdo original africano e, agora, com essa parceria, isso fica consolidado. A série Queen Sono, por exemplo, foi lançada em 28 de fevereiro e trata de uma espiã africana. E outros dois materiais serão lançados ainda neste ano: Blood & Water e Mama K’s Team 4.

(Fonte: Stewart Cook/Shutterstock/Reprodução)
(Fonte: Stewart Cook/Shutterstock/Reprodução)

“A África tem uma história rica e, para a Netflix, essa parceria com John e a UpperRoom apresenta uma oportunidade de aumentar nosso investimento no continente, trazendo histórias africanas únicas para nossos membros na África e no mundo", disse o VP de filmes internacional na Netflix, David Kosse.

Além do último filme da série Star Wars, Boyega interpretou Finn em Star Wars: O Despertar da Força (2015) e O Último Jedi

(2017). “Estou empolgado em fazer parceria com a Netflix para desenvolver uma série de longas-metragens em inglês, focadas em histórias africanas, e minha equipe e eu estamos empolgados em desenvolver material original”, declarou Boyega. “Estamos orgulhosos de expandir esse ramo de nossos negócios com uma empresa que compartilha nossa visão”, concluiu.

Texto escrito por Flávio Motta Coutinho via Nexperts.