Sex Education destacou-se da maioria das séries adolescentes em apenas duas temporadas. O drama da Netflix acompanha Otis (Asa Butterfield) enquanto o adolescente dirige uma clínica secreta de terapia sexual em sua escola. A série não tem medo de mostrar e abordar tópicos relacionados ao sexo com maturidade e diversão.

Com a renovação para uma terceira temporada, ela pode continuar desenvolvendo vários arcos, muitas vezes não vistos em produções do gênero. Vamos listar 7 maneiras pelas quais Sex Education pode continuar expandindo seus limites.

As dificuldades do divórcio

7 maneiras para Sex Education continuar quebrando barreiras
(Fonte: Sam Taylor/Netflix/Reprodução)

No decorrer das duas temporadas, o relacionamento de Jackson com suas mães muda. Embora próximo de ambas, uma delas o empurra mais do que a outra em sua carreira acadêmica e na natação, para que ambas sejam de sucesso. Porém, Jackson sente-se pressionado pela atitude da mãe e, por causa disso, quebra a própria mão, o que prejudica ainda mais o casamento delas. A separação do casal provavelmente terá um papel importante na história de Jackson na 3ª temporada. 

Representação LGBTQ+

7 maneiras para Sex Education continuar quebrando barreiras
(Fonte: Sam Taylor/Netflix/Reprodução)

Ola e Adam encerraram a 2ª temporada em novos relacionamentos, com Lily e Eric, respectivamente. Esperamos que eles cresçam, pois não há razão para pensar que a série não continuará incluindo algumas das melhores representações LGBTQ+ da televisão.

Inclusão e diversidade

7 maneiras para Sex Education continuar quebrando barreiras
(Fonte: Netflix/Reprodução)

Com personagens de diferentes raças, orientações sexuais, idades, deficiências e status econômico, a história é um show para todos. A introdução de Isaac na 2ª temporada contribuiu para essa pluralidade. A cadeira de rodas faz parte dele, mas com certeza não é tudo o que ele é, e ter um ator paraplégico nesse papel é um passo na direção certa. A série pode continuar na luta de representar a diversidade e a inclusão adicionando novos personagens às próximas temporadas.

Assuntos “tabu”

7 maneiras para Sex Education continuar quebrando barreiras
(Fonte: Sam Taylor/Netflix/Reprodução)

Na maioria das vezes, os programas para adolescentes buscam a classificação "14 anos", a fim de aumentar a audiência. Sex Education arriscou-se mostrando relações sexuais entre estudantes do Ensino Médio para melhorar a história. Não há dúvidas de que relacionamentos e tópicos sexuais farão parte da 3.ª temporada.

Lutas familiares com o abuso de drogas

7 maneiras para Sex Education continuar quebrando barreiras
(Fonte: Netflix/Reprodução)

Maeve Wiley e sua mãe viciada, Erin, esforçaram-se para consertar a relação delas quando Erin volta para casa com Elsie, a meia-irmã de Maeve. Embora parecesse que havia deixado as drogas, Wiley descobre que a mãe foi demitida e, por isso, voltou a se drogar. Ela liga para os Serviços Sociais pensando no bem de Elsie. O efeito dessa decisão provavelmente será uma parte importante da história de Maeve daqui para a frente.

Quebrar os paradigmas do Ensino Médio

7 maneiras para Sex Education continuar quebrando barreiras
(Fonte: Sam Taylor/Netflix/Reprodução)

No começo, muitos se encaixam nos clichês do Ensino Médio. No entanto, descobrimos que há muito mais nesses personagens. Embora Maeve possa parecer distante e indiferente, ela é muito inteligente e sempre quer o melhor para seus amigos. Aimee pode a ter buscado por status inicialmente, mas acabou escolhendo uma verdadeira amizade com Maeve e criou seu próprio caminho. Jackson parece um atleta típico, mas luta para manter essa personalidade. Com outra temporada, haverá a oportunidade de aprender mais sobre cada um deles.

Drama familiar

7 maneiras para Sex Education continuar quebrando barreiras
(Fonte: Sam Taylor/Netflix/Reprodução)

Vários dos personagens têm relacionamentos complicados com os pais. Otis e Jean normalmente têm um relacionamento amoroso e de apoio, mas a mãe do garoto se depara com a revelação da clínica sexual de Otis. Outro exemplo é Adam, que sofre com a constante desaprovação e pressão de seu pai. Sex Education colocou tanto esforço no desenvolvimento de relacionamentos complexos entre pais e filhos quanto entre os jovens. O final da 2ª temporada abriu portas para explorar ainda mais essas relações futuramente.

As duas temporadas de Sex Education estão disponíveis na Netflix.

Texto escrito por Luís Costa via Nexperts.