A evidente proximidade de Casey (Jesse Spencer) e Brett (Kara Killmer) está deixando o público fã de Chicago Fire ansioso para ver se um romance ocorrerá entre eles. Desde a última temporada, eles vêm nutrindo um sentimento forte um pelo outro e, ao que tudo indica, a resolução está próxima. Além disso, Brett e sua mãe biológica também devem se reconciliar.

Segundo Derek Haas, cocriador da série, o público vai ter que assistir Chicago Fire, pois muitas reviravoltas vão ocorrer, em todos os sentidos. No entanto, garante que haverá respostas antes do final da atual temporada. Ainda que o episódio 15 desta, que é a 8ª temporada, não tenha mostrado declarações românticas entre Brett e Casey, a presença dele quando ela foi visitar sua mãe biológica representou muito.

(Fonte: NBC/Divulgação)
(Fonte: NBC/Divulgação)

O envolvimento de Brett com a mãe que não via há 30 anos é outro enredo importante do episódio. Brett parece muito aberta a conhecer sua mãe mais a fundo e entender suas motivações sem julgamento, mas ainda há algum receio. Haas admitiu que elas devem se aproximar realmente e que isso vai ocorrer de forma natural nos próximos episódios.

Casey serve como suporte para Brett nessa aproximação, e isso pode fortalecer a relação deles, ainda que, em um primeiro momento, tudo pareça não passar de amizade. Porém, sabe-se que a troca de confidências deve trazer à tona uma conexão romântica e, quem sabe, o desenvolvimento de um novo relacionamento amoroso em Chicago Fire. A confirmação – ou não – será acompanhada nos próximos episódios!

Texto escrito por Flávio Motta Coutinho via Nexperts.