Eric Newman, que tem analisado o comércio de drogas na Colômbia e no México como showrunner de Narcos e Narcos: Mexico na Netflix, está voltando sua atenção para a crise de opioides nos Estados Unidos, com Painkiller. A série de drama limitada para a plataforma, já está em negociação.

Peter Berg (The LeftoversFriday Night Lights) dirigirá todos os oito episódios da série limitada, que serão escritos por Micah Fitzerman-Blue e Noah Harpster, de Um Lindo Dia na Vizinhança.

Alex Gibney, vencedor do Oscar e do Emmy pelo documentário Going Clear: Scientology and the Prison of Belief, será o produtor executivo da série, que traça as origens da crise dos opioides.

Newman (Filhos da Esperança) será produtor executivo como parte de seu acordo geral com a Netflix. Fitzerman-Blue e Harpster atuarão como produtores executivos e showrunners.

Painkiller: Netflix encomenda série sobre a crise dos opioides
(Fonte: Kevin Winter/Getty Images/Reprodução)

O artigo da New Yorker 'The Family That Built an Empire of Pain', de Patrick Radden Keefe, e o livro Pain Killer: An Empire of Deceit and the Origin of America’s Opioid Epidemic, escrito pelo jornalista e escritor ganhador do prêmio Pulitzer, Barry Meier, servem como material base para a série, com Keefe e Meier a bordo como consultores.

“Eric Newman registrou com maestria o tráfico de drogas há anos, e agora estou animado para vê-lo unir forças com os incríveis Alex Gibney, Micah Fitzerman-Blue e Noah Harpster para ter uma visão mais abrangente da epidemia de opióides ”, disse Cindy Holland, vice-presidente de conteúdo da Netflix: “Combinado com a direção de Peter Berg, Painkiller promete ser um olhar poderoso por trás das manchetes de uma tragédia que acontece em tempo real.”

Além de produtor executivo e showrunner em Narcos e Narcos: México, Newman também está por trás do sucesso da NetflixBright.

Texto escrito por Luís Costa via Nexperts.