O episódio de 9-1-1: Lone Star faz jus ao nome já de início, quando duas velhas amigas, Tyna e Taylour, sofrem um grave acidente. A equipe de bombeiros é chamada e Michelle determina que seja feita uma transfusão de sangue de pessoa para pessoa, no caso, de Taylour (doador universal) para Tina, que está gravemente ferida.

Ainda que a medida seja contra o protocolo médico, ela ajuda a salvar Tina e dá o norte do que foi o episódio 6 da 1ª temporada de 9-1-1: Lone Star.

Outras ocorrências também são atendidas, claro. Em uma delas, um homem é retirado debaixo de seu trator agrícola. Graças ao cachorro dele, os bombeiros conseguem localizá-lo e realizar o salvamento.

(Fonte: RSC/Reprodução)
(Fonte: RSC/Reprodução)

Boa parte do episódio 6 de 9-1-1: Lone Star é dedicada ao encontro de Owen Strand com Billy Tyson, ex-capitão dos 126, que estava com câncer de tireóide quando sua equipe foi dizimada – e a quem Owen substituiu.

Acontece que Billy conta ao vice-chefe dos bombeiros, Radford, sobre o câncer ao qual Owen também está acometido. Radford fica receoso quanto às condições físicas de Owen enquanto faz quimioterapia. 

Para provar seu nível de condicionamento, Owen se oferece para executar o teste de atividade física de cadetes, com equipamento de proteção total, algo quase impossível de ser completo até por pessoas saudáveis, quanto mais por alguém com câncer de pulmão.

Ao ser confrontado por Owen, Billy alega que viu nisso uma oportunidade de retomar seu cargo e a aproveitou. 

Agora, resta saber como essas disputas se darão no próximo episódio de 9-1-1: Lone Star.

Texto escrito por Flávio Motta Coutinho via Nexperts.