Os episódios anteriores de The Outsider, principalmente das últimas duas semanas, foram particularmente lentos. O medo era de que “Into The Pines, Into The Pines” seguisse essa mesma lógica e acabasse estabelecendo um padrão entediante, mas o episódio conseguiu se reinventar até certo ponto.

(Fonte: AIPT/Reprodução)
(Fonte: AIPT/Reprodução)

Momentos de tensão bem construídos

O episódio dessa semana já trazia uma questão anterior: será que Gibney vai conseguir escapar de Jack, que está possuído pela força maligna? A dupla passa muito tempo dentro do carro e justamente nesse cenário que a tensão é construída: Jack luta contra si mesmo para não matar Gibney enquanto tenta entender o motivo de tudo aquilo estar acontecendo com ele.

Ela acaba resumindo que o demônio, claramente, acaba perseguindo pessoas que estão passando por algum tipo de dor, e Jack, que experenciou esse sentimento durante a vida inteira, é a vítima perfeita. “Agora eu acredito”, ele diz sobre a possibilidade de existir forças sobrenaturais no mundo.

Enquanto isso, Ralph e Pelley estão no caso e são levados a acreditar que o pior aconteceu com Gibney: eles veem o sangue no quarto de Jack e, quando conseguem localizar seus telefones em um posto de gasolina, encontram marcas de pneu e o celular quebrado de Gibney.

No entanto, foi exatamente nesse ponto que ela conseguiu escapar de Jack e garantir os próximos episódios com vida – por enquanto, na verdade.

Texto escrito por Flávio Motta Coutinho via Nexperts.