Atenção! Este texto contém spoilers do episódio 12x07 de Doctor Who 

Alguns dos piores inimigos de Doctor Who se alimentaram de nossos medos ou aprenderam a manipulá-los. O episódio “Can You Hear Me?” apresentou vilões que fazem as duas coisas. 

A Doutora e seus companheiros se veem atormentados por pesadelos e visões estranhas. Ryan está preocupado com seu amigo Tibo e sua saúde mental, enquanto ele próprio não consegue esquecer a culpa que sente sobre o destino da Terra. 

Graham ainda está sofrendo com a perda de Grace e também se preocupando se o câncer voltará. Yaz tem um de seus momentos mais profundos e introspectivos ao refletir sobre seu passado. Até a Doutora está tendo visões perturbadoras do que parece ser a Timeless Child (criança atemporal, em tradução livre).

Doctor Who 12x07: sonhos não tão bons (RECAP)
(Fonte: BBC America/Reprodução)

A Doutora segue um sinal estranho para Aleppo, em 1380, onde conhece Tahira, que está lidando com problemas de saúde mental. Os monstros dos pesadelos de Tahira de repente ganham vida e a Doutora logo percebe que é o trabalho de uma figura chamada Zellin. 

A Doutora liberta uma prisioneira misteriosa, mas percebe que era uma parceira de Zellin, a Rakaya. Eles são os Eternos, deuses imortais que tratavam os mortais como brinquedos. Mesmo sendo uma ameaça tão poderosa, a Doutora consegue lidar com eles.

Doctor Who 12x07: sonhos não tão bons (RECAP)
(Fonte: BBC America/Reprodução)

Várias coisas neste episódio parecem ideias interessantes que não são bem exploradas: os Eternos parecem excitados em vez de assustadores, a história de Tahira não recebe a devida atenção, bem como os temas de saúde mental.

Talvez a parte mais emocionante do episódio esteja centrada em Yaz. Ela sempre se sentiu o passageiro menos desenvolvido a bordo do TARDIS, por isso, é uma mudança bem-vinda ver esse episódio mergulhar um pouco mais em sua psique.

Texto escrito por Luís Costa via Nexperts.