No episódio que foi ao ar nesta quarta-feira, A Million Little Things mostra um Gary inquieto e com atitudes estranhas. Em uma cena, ele aparece assistindo a um filme dramático antigo, em que se percebe que sua mãe atuou. A mãe de Gary é uma atriz que vive em Nova York. Ele, então, decide viajar até lá para confrontá-la sobre seu passado.

O encontro ocorre no teatro onde ela se apresenta. Gary aparece pedindo autógrafo para sua mãe e só então se apresenta com seu nome completo. Ela o reconhece e tenta lhe explicar porque o abandonou quando ele ainda era uma criança. Este trauma infantil fez com que o rapaz levasse o sentimento ruim ao longo de toda sua vida, incluindo seu relacionamento com Maggie. 

(Fonte: Jack Rowand/ABC/Reprodução)
(Fonte: Jack Rowand/ABC/Reprodução)

Eric revela a verdade à Maggie

Maggie vai até a casa de Eric. Lá, ele está arrumando o apartamento para se mudar. Na parede, no entanto, ainda está um retrato em que ele aparece sem cicatriz. Maggie percebe isso e o deixa sem ouvir qualquer explicação do fato.

Como tentativa de se justificar, Eric vai até a casa de Maggie e revela que quem recebeu o coração do irmão morto dela foi Chloe e não ele. No mesmo dia em que Chad morre, Chloe pôde então receber seu novo órgão. O dia mais feliz para Eric foi também o dia mais triste para Maggie. Eric pede perdão, diz que gostaria de contar antes, mas nunca conseguiu. Além disso, diz que a ama, que a conexão deles é real. Despede-se e vai embora.

Ao fim do episódio, Gary procura por Maggie. Diz que a situação entre ela e Eric é por culpa de Eric, que não deu a ela o que ela precisava. Ele recusa o jantar oferecido por Maggie e vai embora, depois de dizer que poderia ter lidado melhor com tudo o que houve. Hesita na escadaria, mas realmente se vai.

O que será que vem por aí?

Texto escrito por Flávio Motta Coutinho via Nexperts.