Parece que 2020 vai ser o ano das plataformas de streaming. Além das veteranas de mercado -como a Hulu e Amazon Prime - temos as iniciantes Disney+ e Apple TV+ vindo com tudo. Mas quem parece estar determinada a dominar a área é a Netflix, que planeja gastar US$ 17,3 bilhões em conteúdo só esse ano.

Grande parte do orçamento será destinado para produções originais, uma diferença gritante em comparação a suas competidoras, como a Disney+ (que planeja gastar US$ 1 bilhão com originais) e a HBO Max (US$ 2 bilhões).

O conteúdo original parece ser o centro do futuro da Netflix, com mais de 802 horas de material produzido e um investimento de US$ 15,3 bilhões em 2019. E o BMO Capital Markets prevê que a empresa gastará mais de 26 bilhões de dólares até 2028.

É claro que tudo tem um preço (o trocadilho não foi intencional), e a plataforma de streaming possui dívidas exorbitantes com vários fornecedores. Mas parece valer a pena, com a quantidade de usuários em constante crescimento e 24 indicações ao Oscar 2020 por suas produções.

Este texto foi escrito por Gianlucca Del Cielo Lavado via nexperts.