Brad Pitt ganhou o Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante em Filme por seu papel em Once Upon a Time in Hollywood e fez a piada com Leonardo DiCaprio ao aceitar seu prêmio.

Em Titanic, o personagem de DiCaprio morre em meio a catástrofe para salvar Rose (Kate Winslet), seu interesse amoroso. Pitt não pensou duas vezes e afirmou que, no lugar de Rose, ele teria o salvado.

Apesar da piada, Brad Pitt reforçou a importância que DiCaprio tem em sua carreira como ator: “Eu não estaria aqui se não fosse por você”, disse ao colega de trabalho e a quem chamou de “parceiro de crime”.

(Fonte: Variety/Reprodução)
(Fonte: Variety/Reprodução)

Competitividade na categoria

Além de Brad Pitt, grandes nomes foram indicados ao Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante, por isso o resultado era tão incerto.

Tom Hanks, Anthony Hopkins, Al Pacino e Joe Pesci disputavam o prêmio. O ator fez questão de reconhecer o talento de todos os companheiros e a honra que foi estar listado entre nomes como eles. “Todo o meu respeito”, completou.

É a segunda vitória do astro na premiação. A primeira foi em 1996 pelo filme Twelve Monkeys.

Reação de Jennifer Aniston viraliza

Durante o seu discurso, Brad Pitt falou sobre seus pais no final dos agradecimentos e explicou o motivo de eles não terem comparecido à premiação. “Eu gostaria de ter trazido minha mãe, mas não pude porque eles dizem que eu estou namorando qualquer pessoa que esteja perto de mim”.

Durante essa fala, a câmera capturou a reação de Aniston, ex-mulher do ator, viralizando nas redes sociais por ser interpretada como um “sorriso irônico”.

Separados desde 2005, essa foi a primeira cerimônia do Globo de Ouro em que eles compareceram como um ex-casal.