Star Wars: A Ascensão Skywalker é um filme que está dividindo tanto o público quanto os críticos. Enquanto alguns dizem ser um encerramento digno para a franquia, outros afirmam que J.J. Abrams optou por decisões seguras, e entregou um filme cheio de clichês.

E esse descontentamento pode ser visto na avaliação que o filme está recebendo no Rotten Tomatoes. Atualmente com 58% de aprovação no site, o longa só conseguiu uma aprovação superior a de A Ameaça Fantasma, que possui 53% de aprovação. O primeiro filme da cronologia é visto como a pior história de Star Wars, e também foi alvo de críticas mistas quando foi lançado.

A nota de A Ascensão Skywalker representa uma queda para nova trilogia, que começou em 2015 com O Despertar da Força, que tem 93% de aprovação no Rotten Tomatoes. Já a segunda parte, Os Últimos Jedi, mesmo tendo sido um filme que dividiu os fãs, conseguiu 91% no site.

(Fonte: IMDb/Reprodução)
(Fonte: IMDb/Reprodução)

Isso não significa que o filme será um fracasso de bilheteria. Embora a expectativa inicial previsse uma bilheteria modesta, A Ascensão Skywalker se tornou a quinta maior bilheteria de pré-estreia nos Estados Unidos. O filme ficou atrás de Vingadores: Ultimato, O Despertar da Força, Os Últimos Jedi e Harry Potter e as Relíquias da Morte, Parte 2.

O primeiro final de semana de exibição do filme, encerrou com uma bilheteria de US$ 177 milhões nos EUA. O valor também é inferior aos dois primeiros longas da nova trilogia, que fizeram US$ 247 e US$ 220 milhões, respectivamente.

Star Wars: A Ascensão Skywalker estreou nos cinemas do Brasil no dia 19 de dezembro.

Este texto foi escrito por Robinson Samulak Alves via nexperts.