Mesmo com a divisão de opinião do público e da crítica, entre os que amaram e os que odiaram a conclusão da saga, Star Wars: A Ascensão Skywalker vem conseguindo arrecadar bons números na bilheteria ao redor do mundo, tendo liderado o faturamento ao redor do mundo em seu primeiro final de semana em exibição.

Star Wars: A Ascensão Skywalker lidera a bilheteria ao redor do mundo
(Fonte: Lucasfilm/Reprodução)

Nos Estados Unidos, o filme alcançou a bilheteria de US$ 176 milhões. Já ao redor do mundo, a arrecadação foi ainda maior, chegando aos US$ 198 milhões, totalizando incríveis US$ 374 milhões.

Tirando os Estados Unidos, as maiores bilheterias do filme dirigido por JJ Abrams foram no Reino Unido, com US$ 26,8 milhões; Alemanha, com US$ 21,8 milhões; França, US$ 15,2 milhões; e Japão, com US$ 14,6 milhões.

Na América Latina, incluindo Brasil, Argentina e México, Star Wars: A Ascensão Skywalker teve uma arrecadação maior do que o filme anterior da franquia, Os Últimos Jedi.

O ponto que preocupa a Disney, em relação à bilheteria de A Ascenção Skywalker, é a fraca arrecadação do filme na China, onde o filme arrecadou somente US$ 12,1 milhões. Tirando o episódio IX, todos os outros filmes da saga estrearam atrasados nos cinemas chineses, fazendo com o que público não tenha tanta identificação com o universo criado por George Lucas. A previsão final da bilheteria no país asiático é de US$ 22 milhões, bem abaixo dos US$ 42,6 milhões de Os Últimos Jedi, US$ 69,4 milhões de Rogue One e US$ 126 milhões de O Despertar da Força.

Os Últimos Jedi e o Despertar da Força foram um grande sucesso de bilheteria, tendo arrecadado US$ 1,3 bilhão e US$ respectivamente.

Este texto foi escrito por Marcelo de Morais via nexperts.