John Boyega, estrela de Star Wars: The Rise of Skywalker, se desculpou pelos comentários feitos a respeito da saída de Kelly Marie Tran das redes sociais. Tran havia deixados as plataformas após comentários racistas e sexistas depois de ocupar o papel principal na franquia. 

Em entrevista à revista americana Variety, o ator foi questionado sobre o uso de redes sociais, já que esses sites proporcionam uma interação positiva com os fãs e, ao mesmo tempo, abrem caminho para ataques online. Na ocasião, Boyega afirmou que essas coisas "são como são": “Através da mídia social, começamos a nos envolver, nos divertimos. Mas, ao mesmo tempo, para aqueles que não são mentalmente fortes, você é fraco para acreditar em tudo que lê. Isso é, você sabe, é o que é. [...] Mas se conectar com os fãs que, de outra forma, não teriam uma experiência cotidiana, especialmente durante coisas como a turnê de imprensa e coisas dos bastidores, sempre é bom”, disse.

Na última quinta-feira, John Boyega foi ao Twitter para esclarecer. “De maneira alguma eu estava me referindo à Kelly quando fiz meus comentários, embora o entrevistador tenha, devido ao tópico, a mencionado. Eu estava realmente falando da minha própria perspectiva ao longo desta franquia. Às vezes me sinto forte e às vezes me sinto fraco. Peço desculpas", afirmou.

Ele também comentou sobre o assédio sofrido por Tran no último ano. "Se você não gosta de Star Wars ou dos personagens, entenda que existem tomadores de decisão e que assediar o elenco não adianta nada. Você não tem direito à cortesia quando sua abordagem é rude", concluiu.