Uma das grandes críticas em relação ao 8º ano de Game of Thrones foi a velocidade dos acontecimentos. No entanto, diversos detalhes e informações ficaram de fora da edição final. O site norte-americano Entertainment Weekly divulgou uma cena deletada que estaria em “A Longa Noite”, o terceiro episódio da última temporada.

Focado em Sansa Stark (Sophie Turner) e Tyrion Lannister (Peter Dinklage), o trecho mostra ambos nas criptas de Winterfell durante o ataque do exército dos mortos. Então, eles encontram Missandei (Nathalie Emmanuel) e Gilly (Hannah Murray) e o anão evita que elas sejam atacadas por um dos zumbis. A cena daria uma explicação a um furo apontado pelos fãs: a exposição da adaga de Sansa sendo que ela não teria tido utilidade alguma durante a batalha.

Divulgada com exclusividade pela página americana, a cena não foi finalizada. Por isso, ela não possui efeitos especiais e é possível ouvir ruídos dos bastidores. Esse é um dos materiais inéditos que vão estar na edição em DVD e Blu-Ray da temporada final de Game of Thrones, lançada nesta semana nos Estados Unidos.

Game of Thrones: cena deletada mostra momento heroico de Sansa e Tyrion nas criptas
Produtores explicam o que Drogon fez com o corpo de Daenerys Targaryen (Emilia Clarke). (Fonte: IMDb/Divulgação)

Mais detalhes da trama de Game of Thrones

O Entertainment Weekly também teve acesso aos conteúdos inéditos do DVD/Blu-Ray de Game Of Thrones. Entre eles, os comentários dos atores e dos showrunnners David Benioff e Dan Weiss. Com isso, muitos detalhes da trama foram explicados melhor.

A dupla D&D disse o que Drogon fez com o corpo de Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) e desmente a teoria de que os dragões comem os donos mortos. “Ele não comeu o corpo de Dany. Depois que levou sua mãe pelo mar, ele voou em direção a Volantis. O dragão não é como um gato. Você viu como ele gentilmente estava cutucando ela?”

Por fim, os produtores confirmam que Bran Stark (Isaac Hempstead-Wright) ser nomeado rei de Westeros é o final planejado também pelo autor George R.R. Martin para os livros. Peter Dinklage explica o motivo: “Provavelmente, ele é a única pessoa pura. O fato de ele não poder ter filhos é fundamental, porque interrompe o ciclo de herdeiros ruins”.

Por Luiz Paulo Charleaux via nexperts.