Gary Dauberman, criador e produtor executivo de Monstro do Pântano (Swamp Thing, no original) e co-roteirista do excelente episódio piloto, falou sobre seus planos para a 2ª temporada do programa prematuramente cancelado.

Apesar de uma forte estreia, a série foi cancelada menos de uma semana após a exibição de seu primeiro episódio, pois os detalhes ao seu redor eram tão sombrios quanto o pântano de sua história. Ainda mais frustrante para seus fãs imediatos, era a impressão de que a Warner Bros. não estava interessada em desenvolver adequadamente o DC Universe e seu conteúdo, mas apenas usando o serviço de streaming para ganhar dinheiro.

Em uma entrevista recente para o ComicBookMovie.com, Dauberman foi questionado sobre o que mais havia sido planejado para a série, caso ela fosse adiante.

“O pântano é a pia da cozinha do terror sobrenatural e, como você sabe, você pode entrar em diferentes subgêneros de horror com isso. Eu estava realmente ansioso para explorar isso na 2ª temporada e entrar em alguns dos contos de terror mais distorcidos dos quadrinhos. Só teria ficado mais estranho. Para pessoas que não conhecem o personagem, a 1ª temporada estava contando o que era o Monstro do Pântano, mas a segunda seria mais sobre entrar nas idéias mais profundas, distorcidas, estranhas e nojentas. ”

Monstro do Pântano: produtor revela planos que tinha para 2ª temporada
(Fonte: Warner Bros./DC Universe/Reprodução)

O programa foi cancelado por problemas financeiros e burocracia. Fãs ainda tentaram salvar a série usando a #SaveSwampThing, mas não tiveram sucesso.

Baseada nas histórias em quadrinhos da DC Comics, Monstro do Pântano não chegou a ser exibida no Brasil.

Veja também: Monstro do Pântano: DC Universe emite declaração oficial sobre o cancelamento

Por Luís Costa via nexperts.