Após o anúncio do cancelamento do primeiro projeto spin-off de Game of Thrones, que seria focado na origem dos White Walkers e na "Longa Noite", a HBO revelou que seu outro projeto de série derivada, chamado House of the Dragon, recebeu a encomenda para uma temporada completa com 10 episódios.

A nova série será inspirada no livro "Fire & Blood", de George R. R. Martin, também autor de "As Crônicas de Gelo e Fogo", livros que inspiraram a série Game of Thrones. Os roteiros dos 10 capítulos ficarão por conta de Martin e de Ryan Condal (Colony).

A história de House of the Dragon

A saga apresentada em "Fire & Blood" traz o início da Casa Targaryen, começando 300 anos antes da história vista em Game of Thrones. O livro abrange 150 anos da história da família dos dragões em Westeros. Na trama, nós podemos conferir várias gerações dos Targaryen, desde a jornada de Aegon e suas esposas-irmãs, Visenya e Rhaenys, até a metade da linha do tempo da história que termina com a morte do rei Aerys II Targaryen, o “Rei Louco”. Martin planeja uma continuação para o livro, que contará os acontecimentos que culminam na "Rebelião de Robert".

Tudo sobre House of the Dragon, o novo spin-off de Game of Thrones
“O fogo irá reinar”. (Fonte: HBO/Divulgação)

Porém, a história da série deve seguir um rumo um pouco diferente da apresentada no livro. Os acontecimentos de House of the Dragon devem focar somente na guerra civil entre os Targaryen. Um período de disputas de poder entre Rhaenyra e seu meio-irmão Aegon, quando ambos acreditavam ter direito sobre o trono de ferro. Os apoiadores da Casa ficaram divididos entre os dois, o que acabou causando a guerra. Como disse a personagem Shireen, filha de Stannis Baratheon, em Game of Thrones, “Irmãos lutaram contra irmãos, dragões lutaram contra dragões. Quando acabou, milhares estavam mortos. E foi um desastre para os Targaryens também. Eles nunca se recuperaram verdadeiramente”.

A história da guerra civil dos Targaryen permite a participação de outras casas tradicionais de Westeros, como os Starks, os Lannisters, Greyjoys, Baratheons e Tyrells. Todos estavam ligados de alguma maneira às batalhas. Então é bem provável que, apesar de a história ser centrada nos Targaryens, as outras casas também façam parte da trama.

Sobre a produção

A série é uma co-criação de George R.R. Martin e Ryan Condal, que também serão os roteiristas. O conceito geral do programa foi originalmente desenvolvido por Bryan Cogman, responsável pela série da Amazon Prime Video que trará novas histórias do universo de O Senhor dos Anéis. Condal também será o showrunner de House of the Dragon ao lado de Miguel Sapochnik, que dirigiu os aclamados episódios de Game of Thrones, "Battle of the Bastards", "Hardhome" e "The Long Night". Sapochnik também irá dirigir alguns capítulos do novo projeto, incluindo o episódio piloto.

Ainda não tivemos nenhum nome confirmado no elenco de House of the Dragon, porém, como ao spin-off se passa muito tempo antes da história vista em Game of Thrones, provavelmente não teremos a participação de nenhum ator conhecido da série original, mesmo que para alguns personagens isso fosse possível, como a Melisandre, que tinha centenas de anos no programa original.

House of the Dragon ainda não data de lançamento confirmada pela HBO, entretanto, especula-se que a série deva ir ao ar somente em 2021.

Este texto foi escrito por Marcelo Omega via nexperts.