Coringa alcançou a maior bilheteria de estreia para um filme lançado em outubro. Apenas no primeiro fim de semana, o longa faturou US$ 96 milhões nos Estados Unidos — que também é o melhor lançamento da Warner desde It: A Coisa, em 2017.

Em todo o mundo, a produção somou mais US$ 140 milhões. Com custo estimado em US$ 55 milhões, deve se tornar um dos filmes mais lucrativos do ano para o estúdio.

Veja também: Coringa: filme com Joaquin Phoenix investiga violência (crítica)

Coringa também superou a estreia de Liga da Justiça, lançado em 2017. O longa que reuniu os principais heróis da DC conseguiu faturamento de US$ 93,8 milhões no primeiro fim de semana.

Em "Coringa", Joaquin Phoenix interpreta uma nova versão do Palhaço do Crime. (Fonte: IMDb/Reprodução)

Sucesso esperado

O resultado já havia sido estimado por analistas, que fizeram uma projeção acreditando que o filme bateria os US$ 80,2 milhões arrecadados por Venom em 2018. Na ocasião, o longa de origem do vilão do Homem-Aranha se estabeleceu como a maior bilheteria de um lançamento em outubro.

Após ser exibido no Festival de Cinema de Veneza, o Coringa recebeu diversos elogios da crítica. Algum tempo depois, comentários também começaram a ser feitos sobre a maneira como a história aborda a violência. Todd Phillips, diretor do filme, defendeu o uso da violência recentemente, disse que via com bons olhos as críticas e que era importante que a discussão fosse levantada. O cineasta também explicou que não achava que as críticas negativas afetariam as exibições.

Coringa estreou em 3 de outubro nos cinemas do Brasil.

A matéria "Coringa: filme se torna a maior bilheteria de estreia de outubro" foi escrita por Robinson Samulak Alves via nexperts para o TecMundo, um site da empresa NZN assim como o Minha Série.