Don’t Let the Pigeon Do Storytime é o título do próximo especial de comédia da Netflix. Inspirado na série de livros infantis do escritor Mo Willems, o programa voltado para a família terá a participação de Anthony Anderson (Black-ish), Yvette Nicole Brown (Community) e Tony Hale (Veep).

Outros atores — como Cameron Esposito (Take My Wife), Greta Lee (Russian Doll) e Rachel Dratch (Saturday Night Live) — também vão participar. A atração com duração de 1 hora será gravada no John F. Kennedy Center for the Performing Arts, em Washington D.C., no dia 13 de julho.

No mês passado, o site americano Deadline já havia divulgado os primeiros detalhes da atração. Por exemplo, a escalação da produtora Stampede e do ator e comediante Bobcat Goldthwait, como diretor. Apenas agora foi revelado que Don’t Let the Pigeon Do Storytime seria uma produção especial para a Netflix.

Especial de comédia da Netflix será inspirado em série de livros infantis

A atração também registra o início da residência do escritor Mo Willems no Kennedy Center. Ao longo dos próximos 2 anos, ele desenvolverá o projeto Education Artist-In-Residence, sempre criando performances inspiradas em sua obra, direcionada para toda a família.

Além de contar com atores e celebridades, as apresentações vão promover uma interação com o público. Eles serão convidados a participar da encenação de peças teatrais e musicais, cantando, rindo e até mesmo desenhando.

Sobre Mo Willems

Escritor e ilustrador de mais de 60 livros infantis, Mo Willems conquistou seis vezes o Emmy por sua contribuição com a versão americana de "Vila Sésamo" entre os anos de 1985 e 1999. Como animador, ele participou de produções para os canais infantis Cartoon Network e Nickelodeon.

O programa Don’t Let the Pigeon Do Storytime, da Netflix, certamente seguirá as histórias da série de livros, que se iniciou em 2003. Ele traz diversos contos sobre a vida de uma jovem pomba, como o personagem indo para escola, comendo cachorro-quente pela primeira vez ou aprendendo que não pode ficar acordado até tarde.

O primeiro livro — "Don’t Let the Pigeon Drive the Bus!" — ganhou a Medalha Caldecott da Association for Library Service to Children, divisão da American Library Association. Além de conquistar outros títulos, ele aparece na lista dos 100 Livros para Crianças da National Education Association.

Este texto foi escrito por Luiz Paulo Charleaux via nexperts.