Ao que parece, Mark Hamill não está nem aí para spoilers. Ele já fez isso no passado, dizendo coisas que não concordava com diretores da franquia Star Wars — a exemplo de Rian Johnson, do polêmico Os Últimos Jedi — e agora faz isso novamente, ao falar sobre o próximo filme, “A Ascensão Skywalker”.

Em uma conferência para a imprensa sobre o reboot de O Boneco Assassino, Hamill, que interpreta Chucky, confirmou sua participação no longa que fecha a nova trilogia. Embora todo mundo soubesse que ele certamente voltaria, isso pode ser considerado um spoiler, pois Luke Skywalker aparentemente morreu no episódio anterior.

E mais, o herói jedi deve ser representado como muita gente já imaginava: como um fantasma da Força, a exemplo do que aconteceu anteriormente com seus mentores, Obi-Wan Kenobi e Yoda, e com seu próprio pai, Anakin.

“Realmente espero que seja minha última aparição. Já virei páginas em Os Últimos Jedi. O fato de que ele (Luke) está novamente envolvido no filme é apenas por causa desse aspecto peculiar da mitologia de Star Wars que, se você é um Jedi, pode retornar da morte e comparecer na forma de um fantasma da Força”, esbravejou.

star warsFonte: LucasFilm/Reprodução

Tudo bem que seu retorno não é surpreendente, mas vamos combinar que não precisava ele falar antes. Como é visível, Hamill, assim como uma grande parcela dos fãs, realmente não curtiu os rumos que a saga tomou.

Star Wars: Episódio IX — A Ascensão Skywalker é dirigido por J. J. Abrams e tem estreia prevista no Brasil no dia 19 de dezembro.

A matéria "Star Wars: Mark Hamill solta spoiler sobre “A Ascensão Skywalker”" foi escrita por Claudio Yuge para o TecMundo, um site da empresa NZN assim como o Minha Série.