O anúncio da segunda temporada de Big Little Lies pegou muita gente de surpresa. A produção, afinal, foi inscrita no Globo de Ouro nas categorias de Melhor Série Limitada ou Filme Feito Para TV e quase tudo que estava no livro de Liane Moriarty já havia ganhado as telas. Todo esse contexto, porém, pouco importou para a maior novidade do elenco: Meryl Streep.

A grande dama do cinema nem precisou ler o roteiro para decidir entrar no projeto, marcando uma rara aparição em uma produção não cinematográfica. "A primeira temporada foi uma das melhores coisas da televisão", disse Streep em entrevista à Variety ao lado de algumas de suas colegas: Nicole Kidman, Laura Dern e Reese Witherspoon, que também assina a produção. O elenco ainda conta com Shailene Woodley, Zoey Kravitz e Adam Scott.

Conversando com o TV insider, Moriarty disse que não estava muito interessada em revisitar o universo das donas de casa de Monterey tão cedo, mas que o convite da HBO fez com que as possibilidades começassem a borbulhar em sua cabeça. "Eu me vi cheia de ideias, e eles me convenceram a escrever. Acabei criando uma novela de 50 mil palavras, e o David E. Kelley [produtor] assumiu daí. Apenas entreguei o material da mesma forma como entreguei o livro [para a primeira temporada]", disse a escritora.

A segunda temporada, segundo Kidman, não é apenas uma forma de ganhar dinheiro, já que há motivos para reencontrarmos essas mulheres. "Você consegue explorar [as personagens] e as consequências em um nível bem mais profundo. Você vê a vida delas se desenrolar de maneira mais profunda". Moriarty concorda: "Acho que [a nova temporada] é mais profunda, sombria e complexa que a primeira, mas tão engraçada quanto. Então, é tudo o que você ama e ainda mais".

Meryl Streep nem precisou ler o roteiro para participar de Big Little Lies

Para as atrizes, porém, antes mesmo de se preocuparem com a história a ser contada, o que mais importava era estar no set com um elenco feminino tão sólido, ao contrário da maioria das produções, que costumam ter apenas um papel de destaque para atrizes. "Laura [Dern], Nicole [Kidman] e eu ficávamos olhando em volta e dizendo 'Não acredito que temos tantas cenas juntas, tantos diálogos entre nós, que estamos explorando nossos relacionamentos'. Espero que isso permita que mais shows façam o mesmo", revelou Whiterspoon ao TV Insider.

Streep, um pouco mais velha que as colegas, também se admira. "Sou de uma geração que precisava esperar para ser chamada para dançar, mas fico muito impressionada por vocês ficarem à frente das coisas, por assumirem a bronca, por procurarem material".

A primeira temporada acompanhou um grupo de mulheres de classe média alta que mora em Monterey, na Califórnia, e como suas relações são afetadas por uma estranha morte. Uma das subtramas de maior impacto é a de Celeste (Kidman), que é abusada pelo marido, interpretado por Alexander Skarsgård. A questão da violência doméstica foi bastante importante e não será esquecida agora, então acompanharemos a personagem se recuperar pouco a pouco do abuso. O trabalho da atriz com a situação lhe rendeu um Globo de Ouro.

Big Little Lies mantém, em sua nova temporada, o esquema de um diretor para todos os episódios. Quem assumirá o comando será Andrea Arnold (Docinho da América; Transparent; I Love Dick) no lugar de Jean-Marc Vallée, que já havia trabalhado com Witherspoon em Livre.

Relacionado: 10 retornos mais aguardados da Summer Season 2019 (e 3 séries que nem precisavam voltar)

A segunda temporada de Big Little Lies voltará a ser exibida pela HBO no dia 9 de junho.

Este texto foi escrito por Luiz Gustavo Vilela Teixeira via nexperts.