Em uma edição surpreendente que concedeu dois prêmios aos brasileiros A Vida Invisível de Eurídice Gusmão e Bacurau, o 72º Festival de Cannes apresentou seus artistas e filmes laureados na noite de sábado (25).

Filme coreano leva a Palma de Ouro no Festival de Cannes(© Gareth Cattermole/Getty Images/Reprodução)

Enquanto Quentin Tarantino saiu de mãos abanando e Antonio Banderas recebeu o título de Melhor Ator por Amor e Glória – novo longa de Pedro Almodóvar que deve chegar aos cinemas brasileiros em junho –, a Palma de Ouro foi entregue pelo diretor Alejandro G. Iñárritu (O Regresso, Birdman) e pela atriz Catherine Deneuve ao filme sul-coreano Parasite (Gisaengchung, no original).

Filme coreano leva a Palma de Ouro no Festival de Cannes(Festival de Cannes/Reprodução)

Dirigido e coescrito por Bong Joon-ho, responsável por Okja e pelos cultuados Expresso do Amanhã, Mother - A Busca Pela Verdade e O Hospedeiro, o longa narra, de acordo com a sinopse oficial, sobre Ki-taek e sua família de quatro filhos que, embora próximos, estão totalmente desempregados e com um futuro sombrio à frente. O filho, Ki-woo, é recomendado por seu amigo, estudante de uma universidade de prestígio, para um trabalho de tutoria bem remunerado, gerando esperanças de uma renda regular. Carregando as expectativas de toda a sua família, Ki-woo dirige-se à casa da família Park para uma entrevista, onde conhece Yeon-kyo, a bela jovem da casa. Depois desse primeiro encontro entre as duas famílias, uma série de infortúnios incontroláveis estará à espreita.

Filme coreano leva a Palma de Ouro no Festival de Cannes(Festival de Cannes/Reprodução)

Assista ao trailer (legendas em inglês):

Até o momento, nenhuma distribuidora anunciou uma possível data de lançamento nos cinemas brasileiros. Okja e O Hospedeiro estão disponíveis no catálogo da Netflix.

Relacionado: É do Brasil: A Vida Invisível de Eurídice Gusmão ganha prêmio em Cannes

Este texto foi escrito por Thiago Cardoso via nexperts.