Começou como piada, mas no fim fez sentido para os fãs mais decepcionados de Game of Thrones. Alguns grupos de espectadores que não gostaram nada do fim da série iniciaram uma petição online contra os desdobramentos da 8ª temporada, especificamente sobre o destino de Daenerys.

Mas não foram só os fãs que não curtiram os desdobramentos dos episódios de encerramento da produção. A própria Emilia Clarke, que dedicou anos da vida para interpretar a mãe dos dragões, não acreditou quando soube o que aconteceria com sua personagem.

Em entrevistas à imprensa internacional e nas mesas sobre os bastidores da série, a atriz disse que precisou sair para fazer uma caminhada e só voltou para casa 5 horas depois, quando terminou de ler o roteiro. Ao fazer a primeira leitura, ficou emocionada com a reação e o choro do colega Kit Harington (Jon Snow).

Emilia Clarke fala sobre transformação de Daenerys em Game of Thrones

Ninguém esperava, afinal, que a relação que havia se tornado tão promissora terminaria como terminou, com o herdeiro dos Targaryen e dos Stark enfiando um punhal no peito da amada. Mas, mais do que isso, a maior surpresa foi a mudança na personalidade de Daenerys, que aos poucos foi profundamente afetada pelos baques que tomou desde que chegou a Westeros.

E não foi pouca coisa: de uma poderosa e respeitada rainha com três dragões e dois exércitos imbatíveis, cercada por súditos e amigos que confiavam em sua capacidade de governar, Daenerys se transformou em uma pessoa amargurada com cada perda, sofrendo o luto por dois de seus dragões e por amigos como Sor Jorah e Missandei.

"Há uma série de pontos de virada para Daenerys na temporada, mas esta foi a maior perda: não há nada que ela não faria depois de perder Missandei e ver o sacrifício que ela estava preparada para aceitar. Isso quebrou Daenerys completamente. Não havia mais nada a fazer", disse Clarke.

Emilia Clarke fala sobre transformação de Daenerys em Game of Thrones

Assim, a reação final, quando ela queima Porto Real inteira em um impulso de ódio, mágoa e rancor, não surgiu de uma hora para outra, foi sendo preparada em toda rejeição e perda em cada episódio. Ao menos é assim que veem os criadores. De qualquer modo, foi chocante — e decepcionante, alguns diriam.

"O efeito real de suas próprias reações sobre ela era: 'Eu não dou a mínima'. Essa foi toda a existência de Daenerys desde o nascimento. Ela literalmente foi trazida para o mundo para isso. Ela assumiu tanta coisa em seu dever; viu, testemunhou, passou, perdeu, sofreu e feriu tanto. De repente, todos se viraram e disseram: 'Não aceitamos você!'", explicou a atriz.

Clarke enxerga que tudo isso começou com a reação de Sansa: "Daenerys realmente começou com as melhores intenções e esperou que nada afetasse seus maiores planos. O problema é que [os Starks] não gostavam dela e ela sabia disso. Ela disse: 'Certo, temos uma chance', deu a eles essa chance, não funcionou e ela estava longe demais para voltar. Ela semeou vento e colheu tempestade. Está feito”, confessou a atriz.

Emilia Clarke fala sobre transformação de Daenerys em Game of Thrones

Segundo Clarke, é natural que a personagem tenha ficado confusa com tantos estímulos contrários. Afinal, ela era muito jovem e passou por tanta coisa que nem conseguia entender porque seu destino, aquele que ela imaginou, não se cumpria. "Ela estava longe demais, já tinha matado muitas pessoas. Uma por uma, todas as cordas foram sendo cortadas. Então havia um último ponto no qual ela estava se segurando: 'Ele [Jon] me ama e acho que é o suficiente'. Mas foi suficiente? Daenerys tinha essa esperança e esse desejo de que finalmente alguém a aceitaria por tudo o que ela era… e ele não aceitou".

Questionada sobre qual foi, de fato, a opinião dela sobre o destino de Daenerys em Game of Thrones, Clarke explicou: "Foi uma luta ler os roteiros. Tudo o que eu aprendi na escola de teatro foi que seu personagem está certo: se ele faz uma escolha, você precisa concordar. Um ator nunca deve ter medo de parecer feio na história, pois todos temos lados ruins. E depois de 10 anos trabalhando nessa série, eu tentei pensar em como seria o final, mas não seria como se ela de repente pensasse: 'Vou pegar um bule, colocar alguns cookies no forno e nós vamos nos sentar e ter bons momentos', porque isso nunca aconteceria, ela era uma Targaryen!".

Este texto foi escrito por Lu Belin via nexperts.

Mais sobre o fim de Game of Thrones: