Atenção! Essa notícia pode conter informações sensíveis para algumas pessoas.

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos revelou o aumento de quase 29% no número de suicídios entre jovens de 10 a 17 anos no país logo após a chegada da primeira temporada de 13 Reasons Why à Netflix.

Publicado no Journal of the American Academy of Child and Adolescent Psychiatry, o estudo mostrou que o número de suicídios registrados em abril de 2017 foi maior que em todos os meses entre janeiro de 2013 e dezembro de 2017. Esse aumento foi impulsionado principalmente entre jovens do sexo masculino; e, embora o número de casos com adolescentes do sexo feminino também tenha aumentado, isso não foi relevante em termos estatísticos.

Suicídio entre adolescentes aumenta após estreia de 13 Reasons Why

Os cientistas envolvidos não sabem precisar se esses jovens assistiram à série ou como ela os afetou — e é importante ressaltar que a pesquisa registrou apenas uma correlação, e não uma relação causal. No entanto, reforça que as taxas de suicídio costumam ser afetadas por fatores sazonais e que o período dos casos e a idade das vítimas coincidem de tal maneira que uma conexão não pode ser ignorada.

O estudo concluiu que 13 Reasons Why pode ser associada a um surto de suicídio entre jovens e por isso contraindica que crianças e adolescentes assistam à série. “Os resultados devem aumentar a conscientização de que os jovens são particularmente vulneráveis à mídia”, disse Lisa Horowitz, pesquisadora do National Institute of Mental Health, em comunicado.

A Netflix se pronunciou sobre a divulgação da pesquisa em um comunicado oficial: “Esse é um tópico extremamente importante e trabalhamos arduamente para garantir que lidamos com essa questão sensível de maneira responsável”.

Atualmente, 13 Reasons Why tem duas temporadas disponíveis no serviço de streaming. O terceiro ano está em processo de produção e a expectativa é de que seja lançado ainda em 2019.

Uma série polêmica

Suicídio entre adolescentes aumenta após estreia de 13 Reasons Why

Baseada em um livro de 2007, 13 Reasons Why conta a história de uma adolescente de 17 anos que comete suicídio e deixa para trás uma série de fitas cassete nas quais detalha os motivos pelos quais resolveu tirar a própria vida. Embora tenha sido um verdadeiro sucesso de crítica e público, a série também foi bastante criticada na época de seu lançamento por apresentar contornos românticos em relação ao suicídio para uma parcela da população que é particularmente frágil.

Suicídios raramente são causados por um único motivo. Fatores comuns de risco são abuso de álcool e de drogas, problemas de saúde mental e privações sociais. Nesse contexto, 13 Reasons Why aparece como um gatilho.

O Centro de Valorização da Vida (CVV) presta apoio emocional 24 horas por dia e 7 dias por semana a todos que precisam conversar. Você pode ligar para o número 188 ou acessar o site oficial — o contato é totalmente sigiloso.

Este texto foi escrito por Kamylla Silva via nexperts.