O terceiro episódio da oitava e última temporada de Game of Thrones gerou bastante conversa nas redes sociais, tanto pela intensidade da Batalha de Winterfell quanto pelo fato de as imagens terem parecido escuras demais. Sobre esse último tópico, o diretor de fotografia do episódio, Fabian Wagner, disse em entrevista que o episódio foi escuro de propósito, mas não “escuro demais”.

Ele argumentou que o propósito de "The Long Night" era colocar os espectadores em um ambiente “intenso, claustrofóbico e desorientador”, como seria uma batalha real naquelas condições apresentadas na série. Em outras palavras, os criadores da série sabiam que você sofreria um pouco para enxergar tudo o que se passava na tela.

Depois de receber as incontáveis críticas, contudo, Wagner recomendou que os espectadores assistam ao episódio em casa com toda a iluminação desligada. “Game of Thrones sempre foi uma série escura e muito cinematográfica”, completou. Dessa forma, o ambiente para se consumir o conteúdo teria também que ser escuro.

Game of Thrones: diretor de fotografia afirma que episódio foi escuro de propósito

Mas será que os diretores não exageram um pouco nessa escuridão toda?

A matéria "Diretor de fotografia de Game of Thrones: episódio foi escuro de propósito" foi escrita por Leonardo Mûller para o TecMundo, um site da empresa NZN assim como o Minha Série.

Mais sobre Game of Thrones: