Hillbilly Elegy é mais um filme original da Netflix que promete ser sucesso, pelo menos no que diz respeito ao elenco. Amy Adams, atriz seis vezes indicada ao Oscar, será a protagonista e agora contará com a presença de ninguém menos que a veterana, nominada sete vezes ao prêmio, Glenn Close.

Baseado no livro de mesmo nome, do estadunidense J. D. Vance, o longa teve o roteiro adaptado por Vanessa Taylor, que trabalhou no premiado A Forma da Água (2017). O autor será produtor executivo, junto a Brian Glazer e Karen Lunder, da Imagine Entertainment, e Julie Oh.

Ron Howard, que venceu o Oscar de Melhor Diretor por Uma Mente Brilhante (2001) e trabalhou em produções como Apollo 13 (1995), O Código da Vinci (2006) e Han Solo: Uma História Star Wars (2018), foi convocado para dirigir o filme. Esse será seu segundo projeto com Close, já que ele a dirigiu em O Jornal (1994).

Hillbilly Elegy: Glenn Close é escalada para contracenar com Amy AdamsReprodução/Griffin Lipson/BFA/REX/Shutterstock/Presley Ann/Getty Images

O livro conta as memórias de Vance, que cresceu na pobreza da vida rural no meio-oeste norte-americano, lidando com o vício da mãe em uma infância instável e conturbada. Criado pelos avós, ele fala sobre seu desenvolvimento e sua apreciação pela educação, que o ajudaram a sair da miséria e o colocaram no caminho do sucesso.

Close, que atua no teatro, na televisão e no cinema, foi indicada a mais de 100 prêmios por seus trabalhos, tendo ganhado três Tonys, três Globos de Ouro e três Emmys, além de sete indicações ao Oscar, mencionadas anteriormente.

Adams é uma atriz de televisão e cinema que vem brilhando na última década. Suas atuações em filmes como Trapaça (2013) e Vice (2018) e na série da HBO, Sharp Objects, foram muito elogiadas por crítica e público. Recentemente, ela participou do Universo Cinemático da DC como Lois Lane.

Este texto foi escrito por Carolina Bernardi via nexperts.