Sem comédia desta vez: Kate McKinnon (Saturday Night Live) foi escalada para estrelar The Dropout, um drama baseado em uma história real, fruto da parceria entre Fox Searchlight e Hulu. A atriz viverá Elizabeth Holmes, a bilionária mais jovem do mundo, que lançou uma tecnologia promissora para testes sanguíneos, mas foi descoberta em uma fraude imensa envolvendo falsificação de resultados.

Sem previsão de estreia, The Dropout terá de seis a dez episódios e será o primeiro seriado de TV de McKinnon além do Saturday Night Live. A atriz é uma das comediantes mais populares do show desde 2012, quando entrou para o programa, mas também já participou de filmes como Irmãs (2015), A Noite é Delas (2017) e o reboot de Caça-Fantasmas (2016).

Entenda o escândalo

Em 2003, com 19 anos, a engenheira química Elizabeth Holmes largou a Universidade Stanford, na Califórnia, para lançar a Theranos, uma empresa de tecnologia para cuidados com a saúde. A companhia criou Edison, uma máquina diagnóstica revolucionária que prometia um jeito barato de testar sangue para até 200 doenças em qualquer farmácia apenas com um furo no dedo. Em teoria, Edison também executava exames mais aprofundados com menos sangue do que os serviços tradicionais.

Em 2013, a novidade já rendia à empresa cerca de US$ 10 bilhões em valor de mercado. Apesar disso, a ferramenta não funcionava como prometido, e as mentiras enriqueceram Holmes com a fortuna dos investidores.

A empresária chegou a ser conhecida como "a próxima Steve Jobs" e estampar capas das revistas Forbes e Fortune. Em contrapartida, a distribuição de testes sanguíneos com resultados falsos da Theranos colocou, potencialmente, milhões de pacientes em risco. O escândalo foi descoberto e, em 2018, Holmes foi indiciada por um júri, ao lado do ex-diretor de operações da empresa, por duas acusações de conspiração e nove crimes de fraude eletrônica.

Mesmo sem admitir a culpa, a engenheira pode cumprir 20 anos de prisão. Atualmente, Holmes continua em liberdade, ocupando-se com novos projetos, incluindo seu noivado com Billy Evans, herdeiro de um grupo de hotéis e que também já trabalhou com tecnologia.

Em 2019, o caso foi material de um podcast da ABC Radio/ABC News, de um documentário da HBO, chamado The Inventor: Out for Blood in Silicon Valley e dirigido por Alex Gibney (Na Rota do Dinheiro Sujo), e do livro “Bad Blood”, de John Carreyrou.

A minissérie

Tudo isso servirá de base para The Dropout, que terá McKinnon e Rebecca Jarvis, apresentadora do podcast, como produtoras executivas. Victoria Thompson e Taylor Dunn, produtoras do podcast, também se juntam à produção da série.

Em paralelo, uma versão da história para o cinema foi encomendada em 2016, com Jennifer Lawrence (X-Men: Fênix Negra) no papel principal, direção de Adam McKay (Vice) e roteiro de Vanessa Taylor (A Forma da Água). O projeto, entretanto, não teve mais informações divulgadas até então.

Hulu x Fox Searchlight x Disney

O projeto marca a colaboração entre três companhias sob o novo guarda-chuva da Disney, após a compra da Fox por US$ 71,3 bilhões. A negociação incluiu a Fox Searchlight e 30% de ações do serviço de streaming Hulu. Agora, Fox Searchlight, ABC News e ABC Radio são empresas da Disney, que controla 60% do Hulu.

O serviço de streaming tornou a produção de minisséries uma de suas principais investidas, com destaque para o recente hit The Act. Com isso, o Hulu já prepara materiais no mesmo formato para "Ardil-22", clássico satírico escrito por Joseph Heller, e um revival de Veronica Mars.

Este texto foi escrito por Caíque Pereira via nexperts.