Um suspense dramático e intenso. É assim que está sendo definida na imprensa norte-americana a nova série protagonizada por Michael C. Hall, o Dexter, e Taylor Kitsch, de True Detective. A produção, que se chamará Shadowplay, terá 16 episódios, contados em 2 capítulos. E a primeira parte estreia já em abril, no dia 29, exibida inicialmente em Praga, na República Checa. A segunda parte, no entanto, só vai ao ar em 2020, sem data definida.

Shadowplay se passa em Berlim e tem seu roteiro centrado na história de Max McLaughlin (Kitsch), um policial norte-americano que chega à cidade no verão de 1946, logo depois do fim da Segunda Guerra, para ajudar a criar uma força policial funcional na capital alemã. Ele não sabe, na verdade, que está sendo usado pelas forças por trás da Guerrra Fria para levantar informações importantes para os Estados Unidos.

Enquanto está na Alemanha, sua missão principal será capturar Engelmacher Gladow, interpretado por Sebastian Koch, uma espécie de Al Capone do pós-guerra. Nesse meio-tempo, ele também vai precisar lidar secretamente com outra questão — seu objetivo real e secreto para ir até a Alemanha: encontrar seu irmão desaparecido durante a guerra, Moritz (Logan Marshall-Green), que está escondido no país e atuando como uma espécie de vingador, matando ex-nazistas.

A série ainda não divulgou, no entanto, muitos detalhes sobre o personagem de Hall, que vai se chamar Tom Franklin. No elenco, também estão Nina Hoss, Tuppence Middleton e Mala Emde, entre outros atores de diversos países dessa coprodução entre Estados Unidos e Alemanha.

O primeiro capítulo terá 8 episódios de 1 hora cada, com produção de Rick McCallum e Veronika Lencova. Shadowplay foi criada e roteirizada por Måns Mårlind, cocriador de The Bridge, e produzida pela Tandem Productions, do Studiocanal, bem como pela BRON Studios, em coprodução com a ZDF.

“Como escritor, considero que Berlim, em 1946, uma cidade sem lei, sem ordem, é a arena suprema para contar uma história de pessoas fortes, mas abaladas, tentando se reerguer. Para buscar a paz onde ainda há guerra. Para encontrar confiança onde não há lealdade. Para encontrar o amor, porque isso é tudo”, disse Mårlind ao site The Hollywood Reporter.

Ele também vai dirigir a série, com Björn Stein, e será produtor executivo ao lado de Rola Bauer, Jonas Bauer, Tim Halkin, Jim Gillespie, Aaron L. Gilbert, Steven Thibault e David Davoli, além de Wilfgang Feindt e Frank Seyberth.

Este texto foi escrito por Lu Belin via nexperts.