Uma das comédias mais icônicas de todos os tempos e uma pioneira no subgênero de sitcom, Seinfeld completa em 2019 exatamente 30 anos desde sua estreia no canal norte-americano NBC. Centrada na vida do comediante Jerry Seinfeld (interpretado pelo ator com esse nome mesmo), a história mostrava o cotidiano do artista em um prédio onde era vizinho de Kramer (Michael Richards) e amigo de George Constanza (Jason Alexander) e Elaine Benes (Julia Louis-Dreyfus).

Juntos, eles passaram por poucas e boas, entrando em enrascadas cotidianas e se envolvendo em intrigas de todo tipo. As idas e vindas nas vidas dos amigos, as formas como se relacionam e até mesmo os caminhos dos atores fora das telas inspiraram os fãs a desenvolverem diversas teorias a respeito de Seinfeld — algumas delas mantidas no imaginário popular até hoje.

Veja alguns exemplos, reunidos pelo site Mentalfloss, a partir de discussões em fóruns e grupos de fãs!

Peanuts crescidos

E se o núcleo central de Seinfeld fosse, na verdade, uma espécie de personagens de Peanuts crescidos? Pois é!

George seria Charlie Brown, neurótico e pessimista; Lucy seria a Elaine, sempre insultando o George. Nessa brincadeira, Jerry seria o equivalente a Linus. Quanto ao Kramer, a internet não consegue decidir se ele é o Pig-Pen ou o próprio Snoopy, sempre correndo para lá e para cá e inventando engenhocas. Bom, o entusiasmo canino e a fidelidade ao amigo humano ele sem dúvida tem!

Kramer é um herdeiro viúvo

Que o vizinho sem noção do Seinfeld parece estar sempre precisando de algo, isso é inegável. Mas, e se o problema dele não for exatamente a falta de dinheiro, mas sim a desorganização, pura e simples? Há quem sugira que o personagem de Michael Richards não é necessariamente um falido qualquer — afinal, ele consegue pagar o aluguel de um apartamento em Nova York.

A teoria é de que ele era casado e sua esposa faleceu, deixando-o sozinho, mas com um montante de dinheiro suficiente para pagar as despesas. E o grande número de confusões e empreitadas comerciais falidas em que o pobre homem se coloca seria apenas para ocupar o tempo e distrair a cabeça da saudade da falecida esposa. Faz sentido?

Ou então... um traficante

A internet é mais obcecada com a fonte de renda do Kramer do que a Receita Federal. Outra teoria dos fãs é de que ele é um traficante e, assim, consegue pagar as contas sem ter um emprego de verdade. Além disso, o personagem parece mesmo estar sempre sob o efeito de algo — e com muita larica!

Pé na estrada

Você já percebeu que Kramer, Elaine e George estão sempre atualizando Jerry a respeito de algo? Os fas se perguntam: você chega na casa de alguém já contando o que ocorreu na semana e atualizando os amigos sobre as novidades no dia a dia? Ou só faz isso quando alguém esteve longe ou está por fora de algum acontecimento? Pois é!

A justificativa desse comportamento, para alguns espectadores, é que Jerry está sempre viajando a trabalho. Por isso, quando ele retorna os amigos têm muito papo para colocar em dia.

Tragédia com o irmão do George

Algo evidente nos episódios de Seinfeld é o tratamento passivo-agressivo que George recebe dos pais.

Mas, para alguns fãs da série, todo o rancor dos Constanza teria um motivo bem plausível: ele teria levado o irmão a se suicidar. No episódio "The Suicide", da 3ª temporada, George é lembrado sobre o fato de que seu irmão no passado engravidou uma moça chamada Pauline.

Ao confrontar o irmão e lembrá-lo do quão bagunçada estava sua vida, George teria feito com que ele entrasse em depressão e, posteriormente, cometesse suicídio.

Além disso, quando a família se reúne, há um lugar vazio na mesa e, na casa dos pais do personagem, há uma urna como a que os americanos normalmente usam para guardar cinzas de crematório. Assustador, não?

Jerry Seinfeld é uma farsa

A série foi o grande momento da carreira do ator. Na vida real, Seinfeld foi sucesso estrondoso que, embora não unânime, manteve uma enorme audiência cativa por vários anos. Porém, os empreendimentos seguintes do ator e comediante não foram exatamente um grande sucesso.

Apesar de receber bons feedbacks eventualmente, em diversos momentos o personagem é descrito como pouco engraçado por audiências em seus shows fictícios — uma das namoradas dele chega a terminar o relacionamento com o personagem porque ele é pouco engraçado.

O que você acha dessas teorias? E você tem suas próprias ideias e explicações para as interações dos personagens? Conte para a gente nos comentários!

Este texto foi escrito por Lu Belin via nexperts.