A cineasta Agnès Varda, um dos nomes mais importantes da Nouvelle Vague francesa, morreu nesta sexta-feira (29) aos 90 anos de idade.

Varda foi uma das precursoras do movimento “Nova Onda”, que reunia jovens talentos da França no pós-guerra em um estilo que transgredia as normas do cinemão comercial.

Junto com Varda, a Nouvelle Vague contava com autores como Alain Resnais (de Hiroshima mon amour), François Truffaut (Os Incompreendidos) e Jean-Luc Godard (Acossado, O Desprezo).

Entre as obras mais importantes de Agnès Varda, destacam-se: Os Renegados (1985); Cléo das 5 às 7 (1962) e La Pointe-Courte (seu longa de estreia, de 1954).

Agnès Varda (1928–2019).

Varda morreu em sua casa em Paris devido a complicações de saúde decorrentes do câncer.