Você se lembra onde estavam os personagens de Game of Thrones quando a temporada 7 terminou? Já faz tanto tempo que ela foi ao ar — quase 2 anos! — que é até difícil recordar os fatos mais importantes e recentes da série.

Em apenas sete episódios, foram diversos acontecimentos, com viagens de um lado para o outro em uma velocidade impressionante, muitos reencontros e alguns arranjos bastante peculiares.

Veja a seguir o que é importante ter em mente antes de começar a nova temporada!

Uma garota risca muitos nomes da lista

A jovem Arya Stark já começou o primeiro episódio, "Dragonstone", cumprindo muitas promessas. Como menina sem rosto, ela incorporou a imagem de outra pessoa e se vingou do Casamento Vermelho, envenenando e matando cada um dos Frey responsáveis pela morte de seu irmão Rob Stark e de sua mãe, entre tantas outras ocorridas durante o evento.

Nessa onda de acertar as contas com o passado, a personagem reencontra alguns amigos, como o Torta Quente, e até mesmo revê Nymeria, sua loba gigante cinzenta, mas ruma mesmo é para o Norte, onde descobre que Jon Snow está recuperando Winterfell.

No quarto episódio da temporada, Arya chega a Winterfell, onde ninguém a reconhece de imediato. Lá reencontra Sansa, Bran e, mais tarde, Jon. Juntos, eles planejam a resistência aos inimigos de além da Muralha; porém, antes da batalha final, Arya e Sansa executam um dos momentos mais catárticos de toda a temporada e esperado por muitos fãs: as irmãs percebem a armação de Mindinho, que tenta manipular Sansa contra Arya, e o conspirador é condenado à morte. Antes que alguém mude de ideia, a própria Arya corta a cabeça dele, do jeitinho que seu pai ensinou aos irmãos homens.

Encontro na Pedra do Dragão

É em "Dragonstone" que começam a acontecer alguns dos mais importantes desdobramentos que conduzem a 7ª temporada de Game of Thrones até seu desfecho. Da Cidadela, Sam descobre que uma verdadeira mina de vidro de dragão está escondida embaixo da antiga casa dos Targaryen, então Daenerys, que está justamente chegando lá com Tyrion, acaba recebendo uma visita que não esperava — a de ninguém menos que Jon Snow.

O bastardo dos Stark não parte para lá sem um pouco de conflito em Westeros. Sansa e seus parceiros nortenhos não estão muito felizes que seu novo comandante deixe Winterfell à mercê de um ataque iminente para correr atrás de uma autoproclamada rainha descendente de um dos mais cruéis monarcas.

Imagine então quando, mais tarde, Jon se ajoelha e jura fidelidade justamente a essa rainha. Mas, vamos com calma: primeiro de tudo, Snow chega a Dragonstone com Davos, e lá ambos começam a negociar o apoio da mãe dos dragões. Lembrando que, até aqui, ela ainda não tinha a menor ideia do que estava acontecendo no Norte, e seu foco era unicamente retomar o comando de Westeros para sua dinastia.

É com essa proposta que ela enfrenta a primeira batalha da temporada, que acontece ali mesmo, perto de Dragonstone. Depois de o exército de Daenerys tomar Casterly Rock e de os Lannister ocuparem Jardim de Cima, os dois grupos se enfrentam, e Jaime e seus soldados reais têm o primeiro encontro com os dragões, comprovando que são reais, de fato.

Alianças são formadas e traições são tramadas

Depois dessa primeira batalha, os ânimos entre os soldados do Norte e o grupo de Daenerys ficam pesados, mas mesmo assim Jon pende para o lado da rainha. Grupos que antes estavam no Sul rumam para o Norte, inspirados por uma visão enviada pelo Deus do Fogo e formados por nomes como Cão, Gendry, Thoros de Myr e Beric Dondarrion. Lá, eles ajudam os humanos a enfrentarem a maior ameaça que Westeros já sofreu.

Determinado a convencer todos os poderosos a fazerem uma trégua e lutarem juntos pelo lado dos vivos, Jon ruma para a Muralha, onde se propõe a raptar um dos mortos-vivos e levar para convencer quem ainda não acredita nele. É nessa empreitada que o rapaz e seus soldados acabam emboscados e a segunda grande batalha da temporada acontece.

Com parte dos soldados encurralados pelos Caminhantes Brancos, Gendry consegue correr para a Muralha e enviar um corvo a Daenerys, que chega na velocidade da luz com seus dragões para defender Jon.

É nesse infeliz episódio, o sexto da temporada, que a jovem perde seu primeiro dragão, Viserion, atacado pelo Rei da Noite. Foi preciso isso acontecer para que a mãe dos dragões finalmente concordasse com Jon sobre a grande ameaça que o continente vive. É só depois disso que Jon jura lealdade a ela.

Assim, eles seguem juntos com o plano de capturar um dos Caminhantes Brancos e o levam para convencer outra poderosa a participar do combate: Cersei Lanister. Depois de uma reunião em Porto Real, na qual se compromete a enviar seu exército para se juntar ao deles, Cersei confessa a Jaime que mentiu e que não vai participar da batalha, deixando que eles se destruam enquanto ela fica mais forte.

Enquanto isso, em Porto Real

Antes de tudo isso acontecer, em um dos momentos mais desprovidos de sentido desde o começo da série, Cersei Lanister decide se casar com Euron Greyjoy — a única forma de o homem da tropa de ferro aceitar juntar forças com ela. Eis que o relacionamento acaba se tornando bem abusivo, com toda a rudeza do Greyjoy.

Por enquanto, no entanto, ele continua sendo útil para Cersei, que usa o prometido para capturar Ellaria Sand e mata a filha da inimiga da mesma forma que a mulher matou Myrcella: envenenada. Durante a batalha em que toma o Jardim de Cima, Jaime é incumbido pela irmã de dar fim à vida de Lady Olenna.

Em outro grande momento da temporada, ainda no episódio 3, a matriarca confessa que foi ela quem orquestrou a morte de Joffrey. Depois de quase morrer vítima de um dragão, Jaime retorna para Porto Real, onde descobre que Cersei está grávida.

Mas, mesmo com a notícia, o homem percebe que nunca mais vai ficar à vontade com a irmã-amante novamente. Ainda mais quando, no final da temporada, ele se dá conta de que Cersei está mentindo e abandonando Jon e Daenerys. Isso serve como golpe final no relacionamento dos dois, e Jaime decide abandonar tudo e rumar para o Norte para lutar na batalha final.

Revelações totalmente chocantes que todo mundo já sabia

Com toda a situação se armando para uma batalha final no Norte, a temporada termina com o Rei da Noite ressuscitando Viserion e o transformando em um dragão de gelo, usado para atacar a Muralha, que começa a romper com a Patrulha da Noite dentro.

O fato foi tão inesperado quanto a chocante revelação de que Jon não tem nada de bastardo e que ele é, na verdade, o filho perdido de Rhaegar Targaryen, Aegon, e o verdadeiro herdeiro do trono de ferro. E, claro, tio de Daenerys — com quem, a propósito, ele transa no navio de volta ao Norte.

Obviamente, os dois não sabem de nada sobre isso, já que quem tem essa visão é Bran, por meio de seus poderes de Corvo de Três Olhos.

Os desdobramentos para essas últimas revelações ainda seguem um mistério, já que é delas que a última temporada deve partir.

Este texto foi escrito por Lu Belin via nexperts.

Fique por dentro das últimas novidades de Game of Thrones: