Atualmente, Lauren Cohan não faz mais parte do elenco fixo de The Walking Dead. A atriz que interpretava a Maggie deixou a série há alguns anos e embarcou em uma nova aventura — agora sem zumbis — e protagoniza Whiskey Cavalier, ao lado de Scott Foley e Tyler James Williams. Mas ter deixado o drama pós-apocalíptico para trás não significa que ela superou todos os motivos que a fizeram querer encerrar seu contrato.

Em entrevista recente ao site Off Camera, Lauren contou que uma cena em específico (na terceira temporada de The Walking Dead) foi tão difícil de fazer e tão desconfortável que, quando a gravação terminou, ela correu para o banheiro e vomitou. Trata-se da sequência em que Maggie improvisa uma cesariana em Lori Grimes (Sarah Wayne Callies) e ajuda a amiga a ter um bebê.

O combo formado pelo nascimento da Judith e pela despedida da Lori e do Carl (Chandler Riggs) foi supertraumático para a atriz. Ela não chegou a abandonar a produção, mas foi quase! "Eu fiquei tão desconfortável. Porque dentro da história foi muito necessário e impactante nos personagens e no espectador."

Apesar disso, a artista não se arrepende de ter vivido a personagem — muito embora participar de takes como esse a tenham feito repensar não apenas seu papel na série e seu trabalho, mas também sua natureza humana. "Eu relembro hoje e penso: 'O que isso diz sobre você? Que houve um momento como esse que foi superimportante em The Walking Dead, mas também aterrorizante e fez você querer fugir; no entanto, acabou sendo uma das coisas mais importantes... E como você agora aplica essa lição para o resto de sua vida?' Quando você se sentir absolutamente desconfortável, apenas respire e continue", concluiu a atriz.

Imagine então se ela soubesse o que viria pela frente! Nas temporadas seguintes, Lauren teve que inventar novos jeitos de fazer a Maggie demonstrar o sofrimento de perder o pai, a irmã, muitos amigos e, claro, o Glenn, naquele terrível episódio com o Negan. “Ser verdadeiro na frente das pessoas é desconfortável, assim como se apaixonar, ficar vulnerável, deixar o seu eu mais completo aparecer e ser julgado de um jeito ou de outro. Mas qual é o objetivo se você não for fazer essas coisas?”, disse a atriz.

Em seus outros trabalhos depois de The Walking Dead, as experiências não têm sido tão assustadoras, mas ela não descarta a possibilidade de voltar para o elenco em situações excepcionais. A AMC inclusive já deu pistas de que Maggie deve retornar para uma pequena participação na próxima temporada, a 10ª.

Este texto foi escrito por Lu Belin via nexperts.