Na semana passada, o The Hollywood Reporter descobriu que o ator Ezra Miller e o quadrinista Grant Morrison uniram forças para escrever um novo roteiro para o filme do Flash. O modo como a Warner Bros. receberá o material pode definir se ele continuará a viver o velocista escarlate nos cinemas.

A produção desse novo roteiro seria o resultado de um conflito criativo entre Miller e os diretores do longa, John Francis Daley e Jonathan Goldstein. Aparentemente, o ator quer uma abordagem pesada e os diretores preferem um clima leve. De acordo com a fonte consultada pelo The Hollywood Reporter, a produtora parece mais inclinada a dar razão aos diretores, uma vez que Aquaman fez bastante sucesso com uma aventura divertida e Shazam! promete seguir um caminho parecido.

Porém, o desenvolvimento do roteiro de Miller e Morrison também teria sido visto com bons olhos pelo estúdio. Aparentemente, os executivos da Warner Bros. acreditam que a iniciativa do ator demonstra o quão comprometido ele está com o projeto e, principalmente, com o personagem.

O que isso significa para o filme

Ao longo dos últimos anos, vários diretores e roteiristas foram contratados para levar o filme solo do Flash aos cinemas. Durante esse período, a única constante foi Miller, que foi escolhido em 2016 por Zack Snyder para o papel. Desde então, ele apareceu em Batman vs Superman, Esquadrão Suicida e Liga da Justiça.

A expectativa da fonte é de que Miller e Morrison entreguem o roteiro para a Warner Bros. nos próximos dias. Caso o estúdio recuse o material, existe a possibilidade de que o ator não renove o seu contrato, que termina no próximo mês de maio, para dar vida ao Flash. Naturalmente, isso não significa que Miller deixará de trabalhar de vez com a Warner Bros. Os potterheads de plantão devem lembrar que ele interpreta Credence Barebone na franquia Animais Fantásticos, portanto, tem alguns filmes com o estúdio pela frente.

Este texto foi escrito por Kamylla Silva via nexperts.