Um dos eventos de tecnologia mais esperados deste início de ano acontece no dia 25 de março, próxima segunda-feira. É nessa data que a Apple deve anunciar sua grande entrada no mercado de séries e filmes originais, competindo diretamente com companhias como Amazon e Netflix.

Além das produções originais, a Apple deve apresentar uma nova plataforma em que os usuários poderão assinar esses serviços e assistir até mesmo a filmes e séries produzidas por concorrentes como HBO e Showtime. No entanto, existe pelo menos um nome de peso que vai ficar de fora dessa: a própria Netflix.

“Nós queremos que as pessoas assistam aos nossos programas nos nossos serviços”, disse Reed Hastings, diretor-executivo da Netflix durante em evento para a imprensa que aconteceu nesta segunda (18), na cidade de Los Angeles. A declaração confirma a estratégia da companhia de depender cada vez menos de outras plataformas para atrair novos assinantes.

Netflix vem se afastando da Apple nos últimos anos

Netflix não vai integrar suas produções à nova plataforma da Apple

Desde o ano passado, a Netflix parou de vender assinaturas através das lojas virtuais da Apple, obrigando donos de iPhones e iPads a abrirem o navegador para assinar o serviço; assim, a empresa contorna a taxa de 30% que a Apple cobra por compras dentro das plataformas dela. A Netflix também não fez parte do aplicativo TV lançado pela Apple em 2016, que organiza a programação de todos os serviços diferentes em uma única interface.

Hastings ainda respondeu sobre a concorrência que a companhia vai enfrentar com a chegada da Disney e da AT&T a esse mercado. “Essas são companhias grandes e com muito financiamento, mas você faz o seu melhor trabalho quando tem grandes concorrentes”, concluiu o executivo.

A matéria "Netflix não vai integrar suas produções à nova plataforma de TV da Apple" foi escrita por Felipe Autran para o TecMundo, um site da empresa NZN assim como o Minha Série.