Um tratamento para queimaduras desenvolvido por pesquisadores brasileiros foi assunto do episódio 17 da 15ª temporada de Grey’s Anatomy, que foi ao ar na semana passada. A proposta de utilização da pele de tilápia para tratar vítimas de queimaduras foi desenvolvida no Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM) da Universidade Federal do Ceará (UFC) e vem sendo aplicada em pacientes desde 2016.

No episódio, intitulado “And Dream of Sheep”, o médico Jackson Avery (Jesse Williams) revoluciona o tratamento de queimaduras ao substituir a pele humana queimada por pele de peixe. Em uma das cenas, os personagens estão conversando e deixam claro que a descoberta é brasileira, além de mencionar que os custos e efeitos colaterais são menores que os de tratamentos-padrão.

(Reprodução/Instagram - UFC)

A informação passada pela ficção condiz com a realidade. Os estudos realizados para analisar os efeitos de curativos biológicos feitos com a pele de tilápia mostram que uma das vantagens é a redução de dores e desconfortos nos pacientes, já que eles precisam ser trocados menos vezes que os curativos tradicionais. Além disso, o tratamento desenvolvido pelos pesquisadores cearenses produz melhores efeitos de cicatrização.

De acordo com um dos coordenadores da pesquisa, o médico Edmar Maciel, a utilização da pele de tilápia diminui os custos do atendimento. Ele explica que o procedimento, utilizado em queimaduras de 2° grau profundo e de 3° grau, consiste em um curativo biológico temporário para fechar a ferida, evitando contaminação, desidratação e trocas diárias de curativos.

A tilápia foi escolhida porque as primeiras fases do estudo mostraram que sua utilização clínica era adequada, já que mantinha semelhanças com a pele humana, como grau de umidade, alta qualidade de colágeno e resistência. Até 2017, o tratamento já havia sido aplicado em mais de 60 pessoas. No ano passado, foi exportado para os Estados Unidos, para tratar ursos, pumas e leões vítimas de um incêndio na Califórnia.

Esta não é a primeira vez que o tratamento com pele de tilápia foi assunto em séries médicas. Em 2017, o sexto episódio de The Good Doctor também tratou da pesquisa.

Este texto foi escrito por Camila Pessoa via nexperts.